Arquivo Geral de Publicações do Blog

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

Barra de Vídeos - Tema Selecionados

Loading...

quarta-feira, 29 de junho de 2011

"Carta do Cacique Mutua (dos Povos Xavantes) a todos os povos da Terra"

 http://api.ning.com/files/7H*86U*lf7pASnicLa4cU0tHnfP-U9SifHHYogkZqngl5vCRWGcoOqPGMlfOgDbBu5VxsnGbErdmit3BTlIXiYPykA0dAY*1/312336495_f8e0c00695.jpg

O Sol me acordou dançando no meu rosto. Pela manhã, atravessou a palha da oca e brincou com meus olhos sonolentos. O irmão Vento, mensageiro do Grande Espírito, soprou meu nome, fazendo tremer as folhas das plantas lá fora. Eu sou Mutua, cacique da aldeia dos Xavantes. Na nossa língua, Xingu quer dizer água boa, água limpa. É o nome do nosso rio sagrado. Como guiso da serpente, o Vento anunciou perigo. Meu coração pesou como jaca madura, a garganta pediu saliva. Eu ouvi. O Grande Espírito da floresta estava bravo. Xingu banha toda a floresta com a água da vida. Ele traz alegria e sorriso no rosto dos curumins da aldeia. Xingu traz alimento para nossa tribo.

Mas hoje nosso povo está triste. Xingu recebeu sentença de morte. Os caciques dos homens brancos vão matar nosso rio. O lamento do Vento diz que logo vem uma tal de usina para nossa terra. O nome dela é Belo Monte. No vilarejo de Altamira, vão construir a barragem. Vão tirar um monte de terra, mais do que fizeram lá longe, no canal do Panamá.
Enquanto inundam a floresta de um lado, prendem a água de outro. Xingu vai correr mais devagar. A floresta vai secar em volta. Os animais vão morrer. Vai diminuir a desova dos peixes. E se sobrar vida, ficará triste como o índio.

Como uma grande serpente prateada, Xingu desliza pelo Pará e Mato Grosso, refrescando toda a floresta. Xingu vai longe desembocar no Rio Amazonas e alimentar outros povos distantes. Se o rio morre, a gente também morre, os animais, a floresta, a roça, o peixe tudo morre. Aprendi isso com meu pai, o grande cacique Aritana, que me ensinou como fincar o peixe na água, usando a flecha, para servir nosso alimento.

Se Xingu morre, o curumim do futuro dormirá para sempre no passado, levando o canto da sabedoria do nosso povo para o fundo das águas de sangue. Pela manhã, o Vento me levou para a floresta. O Espírito do Vento é apressado, tem de correr mundo, soprar o saber da alma da Natureza nos ouvidos dos outros pajés. Mas o homem branco está surdo e há muito tempo não ouve mais o Vento.

Eu falei com a Floresta, com o Vento, com o Céu e com o Xingu. Entendo a língua da arara, da onça, do macaco, do tamanduá, da anta e do tatu. O Sol, a Lua e a Terra são sagrados para nós. Quando um índio nasce, ele se torna parte da Mãe Natureza. Nossos antepassados, muitos que partiram pela mão do homem branco, são sagrados para o meu povo.

É verdade que, depois que homem branco chegou, o homem vermelho nunca mais foi o mesmo. Ele trouxe o espírito da doença, a gripe que matou nosso povo. E o espírito da ganância que roubou nossas árvores e matou nossos bichos. No passado, já fomos milhões. Hoje, somos somente cinco mil índios à beira do Xingu, não sei por quanto tempo.
Na roça, ainda conseguimos plantar a mandioca, que é nosso principal alimento, junto com o peixe. Com ela, a gente faz o beiju. Conta a história que Mandioca nasceu do corpo branco de uma linda indiazinha, enterrada numa oca, por causa das lágrimas de saudades dos seus pais caídas na terra que a guardava.

O Sol me acordou dançando no meu rosto. E o Vento trouxe o clamor do rio que está bravo. Sou corajoso guerreiro, não temo nada.
Caminharei sobre jacarés, enfrentarei o abraço de morte da jiboia e as garras terríveis da suçuarana. Por cima de todas as coisas pularei, se quiserem me segurar. Os espíritos têm sentimentos e não gostam de muito esperar.

Eu aprendi desde pequeno a falar com o Grande Espírito da floresta. Foi num dia de chuva, quando corria sozinho dentro da mata, e senti cócegas nos pés quando pisei as sementes de castanha do chão. O meu arco e flecha seguiam a caça, enquanto eu mesmo era caçado pelas sombras dos seres mágicos da floresta. O espírito do Gavião Real agora aparece rodopiando com suas grandes asas no céu. Com um grito agudo perguntou: Quem foi o primeiro a ferir o corpo de Xingu? Meu coração apertado como a polpa do pequi não tem coragem de dizer que foi o representante do reino dos homens. O espírito do Gavião Real diz que se a artéria do Xingu for rompida por causa da barragem, a ira do rio se espalhará por toda a terra como sangue e seu cheiro será o da morte.

O Sol me acordou brincando no meu rosto. O dia se abriu e me perguntou da vida do rio. Se matarem o Xingu, todos veremos o alimento virar areia.

A ave de cabeça majestosa me atraiu para a reunião dos espíritos sagrados na floresta. Pisando as folhas velhas do chão com cuidado, pois a terra está grávida, segui a trilha do rio Xingu. Lembrei que, antes, a gente ia para a cidade e no caminho eu só via árvores.
Agora, o madeireiro e o fazendeiro espremeram o índio perto do rio com o cultivo de pastos para boi e plantações mergulhadas no veneno. A terra está estragada. Depois de matar a nossa floresta, nossos animais, sujar nossos rios e derrubar nossas árvores, querem matar Xingu.

O Sol me acordou brincando no meu rosto. E no caminho do rio passei pela Grande Árvore e uma seiva vermelha deslizava pelo seu nódulo. Quem arrancou a pele da nossa mãe? gemeu a velha senhora num sentimento profundo de dor. As palavras faltaram na minha boca. Não tinha como explicar o mal que trarão à terra. Leve a nossa voz para os quatro cantos do mundo clamou O Vento ligeiro soprará até as conchas dos ouvidos amigos ventilou por último, usando a língua antiga, enquanto as folhas no alto se debatiam.

Nosso povo tentou gritar contra os negócios dos homens. Levamos nossa gente para falar com cacique dos brancos. Nossos caciques do Xingu viajaram preocupados e revoltados para Brasília. Eu estava lá, e vi tudo acontecer.

Os caciques caraíbas se escondem. Não querem olhar direto nos nossos olhos. Eles dizem que nos consultaram, mas ninguém foi ouvido.

O homem branco devia saber que nada cresce se não prestar reverência à vida e à natureza. Tudo que acontecer aqui vai voar com o Vento que não tem fronteiras. Recairá um dia em calor e sofrimento para outros povos distantes do mundo.

O tempo da verdade chegou e existe missão em cada estrela que brilha nas ondas do Rio Xingu. Pronta para desvendar seus mistérios, tanto no mundo dos homens como na natureza.

Eu sou o cacique Mutua e esta é minha palavra! Esta é minha dança! E este é o meu canto!

Porta-voz da nossa tradição, vamos nos fortalecer. Casa de Rezas, vamos nos fortalecer. Bicho-Espírito, vamos nos fortalecer. Maracá, vamos nos fortalecer. Vento, vamos nos fortalecer. Terra, vamos nos fortalecer. Rio Xingu! Vamos nos fortalecer!

Leve minha mensagem nas suas ondas para todo o mundo: a terra é fonte de toda vida, mas precisa de todos nós para dar vida e fazer tudo crescer. Quando você avistar um reflexo mais brilhante nas águas de um rio, lago ou mar, é a mensagem de lamento do Xingu clamando por viver.

Cacique Mutua",
Xingu, Pará, Brasil, 08 de junho de 2011

Que os bons de coração se inspirem! Na autênticidade e na verdade de um nobre morador das terras do Xingú! “Carta do Cacique Mutua a todos os povos da Terra"



Fonte: http://claudiovelasco.ning.com/profiles/blog/show?id=2852652:BlogPost:458859&xgs=1&xg_source=msg_share_post


terça-feira, 28 de junho de 2011

LIXO ESPACIAL passa a 250 metros da ISS e obriga tripulação a deixar estação espacial




Moscou - A tripulação da Estação Espacial Internacional teve que se refugiar brevemente nesta terça-feira a bordo do módulo de segurança para uma evacuação, devido a detritos orbitais que ameaçavam a ISS e que passaram a apenas 250 metros, indicou a agência russa Interfax.
"Detritos espaciais foram detectados muito tarde para que a estação pudesse efetuar uma manobra de desvio. Os seis membros da tripulação receberam a ordem de entrar nas naves Soyouz", indicou uma fonte do programa espacial russo às 12h00 GMT (09h00 de Brasília), citada pela Interfax.
Pouco depois, a mesma fonte anunciou que o perigo tinha passado, indicando que um detrito não identificado havia passado muito perto da instalação espacial.
"A tripulação foi informada que um detrito espacial havia passado ao lado da estação e que pode deixar as naves Soyouz", indicou, acrescentando que o detrito tinha passado a somente 250 metros da ISS.
Nenhuma confirmação oficial do incidente foi obtida até o momento. Uma porta-voz do centro de controle russo de voos espaciais (TSOuP) indicou à AFP que não pode "confirmar ou negar esta informação".
Segundo ela, quando a ISS é ameaçada por detritos orbitais, a tripulação recebe a ordem de entrar em cápsulas de segurança para que possam deixar a estação se necessário.
"Trata-se de um procedimento normal para deixar a estação se necessário. Não é um procedimento extraordinário. Eles (os cosmonautas) têm instruções permanentes nesse sentido", explicou a porta-voz.
Em caso de impacto, a ISS pode sofrer uma despressurização, o que condenaria sua tripulação.
Três russos - Andrei Borissenko, Alexandre Samokoutaev e Serguei Volkov -, dois americanos - Roland Garan, Michael Fossum - e um japonês, Satoshi Furukawa, fazem parte atualmente da equipe da ISS.
Em março de 2009, a tripulação da ISS se refugiou a bordo de uma nave Soyouz quando um detrito ameaçou a estação. Dez minutos depois, a Nasa anunciou que não havia mais perigo.
Na época, os cientistas alertaram que esses incidentes iriam aumentar devido à quantidade de lixo espacial cada vez maior.
Além de satélites abandonados e de alguns outros objetos grandes, os especialistas estimam que cerca de 300.000 detritos de 1 a 10 cm e bilhões de objetos menores gravitem em torno da Terra.
Cerca de 18.000 desses objetos são monitorados por radares americanos, pois são considerados muito perigosos para as naves e para a própria ISS por se deslocarem a velocidades de dezenas de milhares de km/h.
Esta vigilância não impediu uma colisão no dia 10 de fevereiro de 2009 entre um satélite militar russo e um satélite comercial americano. De acordo com especialistas, foi a primeira vez que um incidente desse tipo foi registrado.

 

Fonte:  http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultimas-noticias/afp/2011/06/28/detritos-a-250-metros-da-iss-obriga-tripulacao-a-deixar-estacao.jhtm

 ************

Cosmonautas perdem ferramenta: Céu estrelado? Não, lixo espacial! Toneladas de lixo orbitando sobre nós a 30 mil Km/h


O objeto aparece em vídeo, flutuando lentamente em direção ao espaço sideral, durante caminhada espacial  dos cosmonautas russos Dmitry Kondratyev e Oleg Skripochka nesta quarta-feira (16) para instalar novos sensores de terremotos e relâmpagos na Estação Espacial Internacional. E já não é a primeira vez…
O vídeo pode ser visto na página da BBC: “Cosmonautas perdem ferramenta no espaço”
Meus amigos, cuidado com suas cabeças: manchas de óleo, parafusos, pedaços de metal e até mesmo uma sacola inteirinha cheia de ferramentas fazem parte de um inventário de 400.000 artefatos, o famigerado lixo espacial, orbitando a Terra. Uma nuvem de metal e detritos que vêm aumentando ano após ano. E o que isso tem a ver com ecologia? Tudo!
A hipótese (Síndrome de Kessler) apresentada por um físico da Nasa, sustenta que haverá um momento em que o espaço terá tantos detritos que será impossível utilizá-lo para as necessidades da humanidade. Isso porque, quando dois objetos se chocam, eles geram mais fragmentos, multiplicando assim o número de elementos em órbita. E os satélites que atualmente estão em órbita, por exemplo, são responsáveis por transmitir dados, sinais de televisão, rádio e telefone, sem contar os equipamentos que observam a Terra, fornecem informações sobre mudanças climáticas, podem antecipar fenômenos naturais e fazer o mapeamento de áreas.
E qual a realidade lá em cima? Os astronautas, satélites e a própria estação espacial enfrentam problemas em antever um impacto: Devido à velocidade muito grande em que viaja o lixo espacial, pequenas peças entre 1 e 10 centímetros de tamanho podem penetrar e danificar maioria das naves espaciais. Mas não é só isso, um pedaço de metal de 10cm pode causar tanto dano como vinte e cinco bananas de dinamite! Claro, afinal esse lixo todo circula nosso planeta em velocidades que podem ultrapassar 30.000Km/h !!!
 
A imagem à esquerda mostra que o risco de dano é real. Esse buraco de 1 cm de diâmetro é o resultado de um detrito que penetrou a antena parabólica do Hubble. Mais? As janelas do ônibus espacial foram substituídas 80 vezes devido aos impactos com objetos de menos de 1 mm.

Durante sua primeira década em órbita, por exemplo, mais de 200 objetos se afastaram da estação espacial Mir, a maioria deles envolta em sacos de lixo. Mas a maior fonte de material significativo são aproximadamente 150 satélites, que foram destruídos ou se desmantelaram, deliberadamente ou acidentalmente. Eles deixaram um rastro de 7.000 fragmentos suficientemente grandes (acima de 10 centímetros), a serem monitorados a partir da Terra.
Por estas razões a NASA (em conjunto com o Departamento de Defesa dos EUA) criou uma rede de vigilância do espaço (menos mal…). Estações de solo monitoram grandes pedaços de lixo espacial para que as colisões com os satélites ou com o ônibus espacial possam ser evitadas. Os planos futuros incluem um esforço de cooperação entre os governos de muitos países para parar de jogar lixo espacial e possivelmente para limpar o lixo já está lá.

E o Brasil tem sua parte de culpa: temos dois satélites de coleta de dados e mais três satélites em conjunto com a China e nenhum desses cinco dispõe de um sistema para que seja feita sua remoção em órbita…
Vejam então as idéias, mirabolantes ou não, para remoção do lixo espacial:
1. Aerogel: Utilizado pela NASA para coletar poeira espacial, a idéia é colocar em órbita painéis cobertos com este material onde pequenos pedaços de resíduos espaciais ficariam presos como insetos em um pára-brisa.
2. Lasers: Instalar canhões de laser em alguns pontos estratégicos e disparar contra o lixo, para desviar sua órbita para mais perto do planeta. Com isso, o lixo queimaria até desaparecer.
3. Braço: Uma espécie de nave não-tripulada, guiada por radares e câmeras, seria equipada com braços robóticos para coletar os detritos.
4. Redes: Sistema de redes gigantes, que formaria um cesto capaz de capturar os detritos e jogá-los mais para baixo.
5. Espuma: Um painel de espuma seria colocado na rota dos detritos. Assim que os objetos passassem por ele, teriam sua velocidade reduzida, caindo de volta no planeta.
6. Fios: Cabos condutores de cobre poderiam ser acoplados a satélites desativados para que eles pudessem ser atraídos pelo campo magnético da Terra.
A Terra é rodeada por pedaços de destroços orbitais que, segundo Nicholas Johnson (Scientific American, 1998), “lembram abelhas furiosas em torno de uma colméia, parecendo mover-se aleatoriamente em todas as direções.” Olhe para os os números acima, e você quase pode ouvir o zumbido!
Parece que um novo tipo de emprego deverá ser criado com urgência: Lixeiro Espacial ! E deve ser rentável, considerando que as toneladas de metal sobre nossas cabeças são recicláveis: só nossas cabeças que não. Que tal começarem logo essa limpeza?

Fonte: http://eco4u.wordpress.com/2011/02/17/ceu-estrelado-nao-lixo-espacial-toneladas-de-lixo-orbitando-sobre-nos-a-30-000-kmh/

domingo, 26 de junho de 2011

'Queremos obrigar os que estão no topo a descer do salto', diz porta-voz de hackers


Imagem usada pelo grupo de hackers (Foto: Reprodução/BBC/Grupo Lulzsec)

Imagem usada pelo grupo de hackers (Foto: Reprodução/BBC/Grupo Lulzsec)

Em chat exclusivo com a BBC, porta-voz do grupo Lulzsec diz que 'hacking com objetivo político é recompensador'.

Da BBC

Um porta-voz dos hackers Lulz Security disse à BBC que o grupo tem como objetivo atacar os 'que estão no topo' da sociedade a fim de obrigá-los a 'descer do salto'.
O Lulz Security, mais conhecido como Lulzsec, ganhou notoriedade depois de atacar sites de várias instituições conhecidas.
Em um chat privado exibido em um programa de reportagens da BBC, Whirlpool (Redemoinho), que se descreve como 'capitão do barco Lulz', afirmou que o grupo começou a hackear computadores há cerca de dois meses apenas 'para se divertir' - mas que os objetivos se ampliaram desde então.
'Hacking ético com objetivos políticos é mais recompensador', disse o hacker.
O Lulz Security tem ganhado proeminência nas últimas semanas com ataques cibernéticos a alvos altamente visados, que incluíram a agência de inteligência americana, a CIA, o senado norte-americano e a gigante de entretenimento Sony.
No Brasil, o braço brasileiro do grupo, o LulzSecBrazil, reivindicou a responsabilidade feira por um ataque ao site da Presidência da República.
Na sexta-feira, os alvos foram os sites do Ministério da Cultura e do IBGE, que chegaram a ficar fora do ar. Após uma varredura no sistema, o instituto de estatística afirmou que nenhuma informação foi acessada em sua base de dados.
A reportagem da BBC não se encontrou pessoalmente com Whirlpool, o porta-voz dos hackers. A produção do programa Newsnight, exibido na sexta-feira à noite, pôde confirmar que ele é usuário com acesso ao twitter @Lulzsec.

A seguir, os principais trechos da conversa:

BBC - O que é a operação Antisec, que o grupo está encampando?
Whirlpool - Reunimos energia a partir de uma gota de operações pessoais para chegar a um movimento global de hackers contra as pessoas comuns que se consideram os opressores, em outras palavras, os governos do mundo. Nosso barco Lulz reuniu barcos aliados de grupos hackers como o Anonymous e outros, incluindo grupos proeminentes brasileiros, iranianos e espanhóis.
BBC - Pode explicar o que quer dizer com 'se consideram os opressores'?
Whirlpool - Aqueles que criam as regras para governar os oceanos não são corruptos por natureza, mas logo eles se dão conta de que ninguém questiona as regras que eles criam, então usam este sistema para cometer abusos. As pessoas temem novas regras, as pessoas temem os que estão no topo, e estamos obrigando-os a descer do salto um pouquinho.
BBC - Vocês acham que as regras é que estão erradas? Que são as pessoas erradas que estão fazendo as regras? Vocês concordariam com regras, desde que com mais transparência?
Whirlpool - Quando nosso barco quer navegar em uma livraria, não queremos pagar à Apple para ter um aparelho de leitura móvel e, em seguida, um aplicativo que nos permita ler livros, e depois ter de comprar os direitos de ler o livro em formato texto. Não ao direito à propriedade intelectual. O 'errado' à propriedade intelectual é um inimigo constante dos mares.
BBC - Então o copyright é um dos temas, mas não deve ser a razão por trás dos ataques à polícia do Arizona. Pode explicar isto?
Whirlpool - Nosso ataque contra a polícia do Arizona foi para expor o preconceito racial e a corrupção na frota inimiga. Em um dos emails vazados, eles se referem aos mexicanos como imigrantes ilegais, e dizem que precisam construir um muro mais alto e maior para mantê-los fora (do território americano). Temos centenas de outros documentos prontos para divulgar a respeito de Estados corruptos semelhantes.
BBC - De propriedade intelectual à imigração - a sua agenda é bastante ampla...
Whirlpool - Nossos alvos são globais. Regras e leis corruptas definem bem o nosso vetor de ataque. Balas de canhão serão disparadas contra bancos, polícia e governos inteiros até que nós (a internet) estejamos satisfeitos.
BBC - Uma pergunta sobre seu nome - Lulz. Algumas pessoas pensam em 'laughs' ('risada', em inglês). O grupo está ficando mais sério? Ou Lulz foi uma interpretação errada?
Whirlpool - Estamos violando as arcas do tesouro para nos divertir desde o twitter número um. Obtivemos os dados pessoais de mais de 73 mil participantes do X-Factor (o programa de calouros de grande sucesso do grupo Fox Entertainent) e temos mantido o ritmo. A nossa última operação, pouco antes de chegar a 250 mil seguidores, convida todo o resto da internet a se juntar a nós. Nesse sentido, a nossa missão é séria. Mas ainda queremos dar muita risada com ela.

LulzSec, o grupo hacker que desafiou o governo dos EUA

O “LulzSec” tem atraído algumas manchetes pelos seus ataques a organizações importantes como o senado norte-americano, a CIA (que teve apenas seu site derrubado) e a InfraGard, ligada ao FBI. Mas não para por aí. O grupo distribuiu na internet 62 mil senhas de procedência desconhecida, invadiu rede das produtoras de games Bethesda e Nintendo, atacou também a Sony e até empresas de mídia como a Fox e a PBS.


Logotipo usado pelo LulzSec (Foto: Reprodução) 
Logotipo usado pelo LulzSec (Foto: Reprodução)

O LulzSec faz de tudo uma brincadeira. No site oficial, toca o tema da série de TV americana “The Love Boat” (“O Barco do Amor”); por conta disso, o grupo às vezes é chamado de “The Lulz Boat” ou “O Barco do Lulz”. Lulz, por sua vez, é uma gíria que vem de outra gíria usada na internet, o “lol”, sigla em inglês para “rindo muito alto” (“laughing out loud”). Em outras palavras, o nome “Lulz Boat” poderia ser “traduzido” – com muita liberdade – para “O Barco das Risadas” e o LulzSec, “Rindo da Segurança”.
Ainda na página principal, há uma referência à música “Friday”, de Rebbeca Black – hit da internet com mais de 160 milhões de acessos e que foi recentemente removido do YouTube devido a uma disputa judicial. O grupo quer colocar a “diversão” na pauta da segurança digital.
Em outra página, o grupo comenta boa parte das suas ações, revelando dados internos das empresas e organizações já citadas – inclusive uma lista de usuários da InfraGard. O LulzSec desafiou o governo americano, que havia declarado a possibilidade de ataques cibernéticos serem vistos como atos de guerra.
 
Origem

O que se sabe do LulzSec é o que chega dos inimigos do grupo. Alguns indivíduos que se consideram “ninjas de internet” criaram o blog LulzSec Exposed neste sábado (18) para publicar informações de membros do grupo. Segundo eles, os principais membros do LulzSec seriam Sabu (fundador), Topiary, Kayla, Nakomis, Tflow, Joepie91, Avunit e BarrettBrown.
Membros do LulzSec estariam envolvidos em ataques a um hacker conhecido como Jester, que atuava contra o Wikileaks. Na época, um impostor criou uma conta em nome de Jester. Nekomis e Topiary seriam os envolvidos nesse episódio.
O LulzSec teria se desprendido do Anonymous após a invasão à empresa de segurança HBGary Federal. O objetivo, segundo o blog LulzSec Exposed, seria conseguir ficar com o crédito pelos ataques, sem enfurecer outras pessoas que estariam ligadas ao “Anonymous” devido aos ataques sem motivo político aparente – como as outras ações do Anonymous tinham sido.

Últimos acontecimentos

O Lulzsec tornou disponível dados de policiais do estado do Arizona, dos EUA, nesta sexta-feira (24). Os hackers disseram que queriam mostrar injustiças e práticas anti-imigração da polícia. A maioria dos dados era relacionada à patrulha da fronteira com o México.
Na quarta-feira (22), um jovem de 19 anos foi preso no Reino Unido, acusado de ser membro do Lulzsec.
Antes disso, o grupo levantou a bandeira do movimento antissegurança (#antisec). O #antisec é um movimento histórico entre hackers, que busca atacar principalmente os profissionais ligados à segurança da informação. O movimento começou no ano 2000 , mas desapareceu durante vários anos da última década.
Já o movimento #antisec descrito pelo Lulzsec quer atacar principalmente governos, autoridades como a polícia, bancos e outras instituições. Até o momento, não há registro de ataques contra profissionais da segurança nos mesmos moldes do antigo movimento #antisec . O canal usado pelo movimento #antisec tem atualmente mais de 600 pessoas.


Fonte: http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/06/queremos-obrigar-os-que-estao-no-topo-a-descer-do-salto-diz-porta-voz-de-hackers.html


sábado, 25 de junho de 2011

RESSURGIMENTO DA LEMURIA: Leito do Oceano elevando-se 4,40 metros por dia à nordeste da Austrália

http://reinep.files.wordpress.com/2010/05/ocean.jpg
O leito do Oceano esta se elevando numa média de 4,40 m por dia à nordeste da Austrália. Esta informação não foi liberada ao público em geral por nenhuma agência de notícias em nenhum grande centro - National Oceanic Atmospheric Administration website (NOAA) e link

por Marlene J Garcia

Isso é muito preocupante. Cada vez mais e mais coisas, que não estavam previstas para ser agora, estão acontecendo. Será que os eventos que esperávamos para 2012 foram antecipados e estão à acontecer, desde já?
National Oceanic Atmospheric Administration (NOAA) tem uma estação de Tsunami no modo ativado para evento, Estação 55023 – STB Coral Sea, localizada nas coordenadas S 14,803 153,585 E (14 48’9 ° “S 153 ° 35’6″ E). A estação de alerta de tsunami foi posta na modalidade alerta de evento desde o grande terremoto ocorrido na região vários dias atrás.
Esta descoberta da elevação do leito do oceano no local é provocada pela bóias “com anomalias da altura da coluna de água acima do fundo do mar. Se você fizer uma pesquisa de dados para 2010, em 20 março 2010, em 13 de abril, perceberá esta diferença de mais de 100 metros ou 328 pés na menor distância da bóia, na superfície, para o fundo do mar, em 24 dias! Isso é 13 pés (4,40metros) por dia desde o terremoto. Como você vai ver as ondas no gráfico de linha que corresponde perfeitamente as linhas de maré:
http://reinep.files.wordpress.com/2010/05/catoislandcoralsea.pngCoral Sea – Carta de marés do Mar de Coral

Então a Estação bóia 55.023 ainda está na superfície. Não são por causa dos ciclos lunarese suas marés, que também verifiquei. Lá também tem havido um mar de temperatura da superfície da água muito estranha no mesmo local -Ver link CSIRO web página [link] -Nota da área em azul no mapa à esquerda, em seguida, ver a superfície fria incomum na superfície do mapa à direita. A atividade sísmica também oferece uma boa perspectiva sobre o que pode estar ocorrendo.
 
 
Cinturão de fogo-encontro de placas tectônicas onde se concentram grande terremotos e movimentos sísmicos e provável local do ressurgimento de partes do continente que outrora foi a LEMÚRIA –

Note-se a longos períodos de ondas S nesta estação sísmica é o impulso para cima do oceano até 13 metros por dia?Alguém sabe o que está a contecendo nessa área? Já são eventos esperados para 2012 acontecendo já??
Agora também é especulado que a Placa Tectônica Indo Australian Plate está se movendo para noroeste, colidindo e submergindo sob a placa da Eurásia e este movimento está supostamente fazendo com que a placa Indo-Australiana afunde, de modo que a metade ocidental da Austrália afunda enquanto a costa leste vai se elevando.
No entanto, a taxa de movimento da placa é tão lento que parece pouco provável que a subducção está causando a rápida subida do nível do leito do oceano registradas no Mar de Coral antes das duas bóias do NOAA ( National Oceanic Atmospheric Administration) serem tiradas do ar (seus dados), ou pelo menos as suas leituras não estão sendo tornadas públicas.
 
Qual é a conclusão?

 
Provável localização do antigo continente da Lemúria

Na minha opinião, e para muitos outros é uma teoria, que é mais provável que pelo menos parte da Lemúria está começando a se elevar do fundo do oceano (esse fato foi profetizado por muitos videntes), com consequências totalmente imprevisíveis para a Austrália e, em especial a sua costa leste. Em qualquer caso, a atividade sísmica em torno de Vanuatu Island (Com recente terremoto de 7,5° escala Richter) e ao longo da fronteira oeste do Anel de Fogo do Pacífico no hemisfério sul indica que a costa leste da Austrália e, em especial a costa do estado de Queenslanc precisa estar em alerta para possível tsunamis quando houverem. Enfim grandes mudanças estão acontecendo aqui na terra, com muita certeza.
 
 
Tradução: lhas3126@yahoo.com.br
 

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Urgente - Atividade Solar Põe Reino Unido em Alerta.



















É esperado, que o sol possa desencadear uma forte crise de ejeções de massa coronal, uma vez que atinge seu pico de atividade máximo, ao longo dos próximos dois a três anos. 
Poderia um enorme “Flare” solar, atingir toda a rede elétrica nacional e deixar a Grã-Bretanha sem eletricidade?



Um enorme “Flare” solar, deverá atingir a Grã-Bretanha, podendo atingir a rede elétrica nacional e deixar todo o país sem eletricidade, alertaram cientistas.

O secretário de Energia Chris Huhne, está considerando uma série de opções para proteger o abastecimento de eletricidade, incluindo o desligamento total da rede nacional de eletricidade, causando apagões temporários. Acredita-se que quando o sol atingir um pico máximo, na atividade, ao longo dos próximos dois anos, poderá desencadear uma crise "classe 5 ', o que pode como conseqüência, derrubar sistemas de computadores e até mesmo jogar os satélites para fora do curso de suas órbitas. Os cientistas acreditam que o surto poderia ser até cinco vezes mais potente que um que atingiu Quebec em 1989 e deixou seis milhões de pessoas sem energia elétrica.

A explosão inicial do “Flare” solar pode atingir a terra em questão de minutos. Isto seria seguido por uma segunda onda, potencialmente mais perigosa de energia que poderia demorar até três dias para chegar.

Isso significa que o governo teria tempo suficiente, para programar um plano de contingência. Isto poderia incluir, desligar a toda a rede elétrica e garantir também que aviões voem em altitudes mais baixas, a fim de reduzir sua exposição à radiação. Ministros também estão considerando a atualização da linha de potências dos transformadores de toda a nação para torná-los suficientemente fortes, para resistir a um ataque solar gigantesco. John Beddington, Cientista-chefe do governo, alertou ao Sr. Huhne que a explosão maciça de energia do sol, também poderia afetar os sistemas de defesa da Grã-Bretanha. Sr. Huhne disse ao Sunday Times: "As últimas pesquisas científicas, levantam a possibilidade de um evento grave, com potencial para atingir muitas partes da rede de energia, simultaneamente”. “É por isso que o departamento de Energia e Mudanças Climáticas está trabalhando com a rede nacional, especialistas do Reino Unido e dos EUA para considerar o desenvolvimento de um “hardware” melhor e sistemas de alerta preventivos para proteger contra o risco potencial de um evento de tal magnitude”.

O Observatório Solar Dinâmico da NASA relatou no início deste mês, que o sol deve acordar de um longo período de sono. Recentemente, desencadeou uma tempestade de radiação classe 2, um nível não visto há cinco anos que causou uma "moderada" tempestade geomagnética quando atingiu a Terra, mas os cientistas dizem que uma crise muito mais poderosa pode estar a caminho.

Uma tempestade solar em 1859, a primeira já registrada, afetou linhas telegráficas em todo o mundo com tal força, que o papel do telégrafo foi queimado durante o evento.

Quando as partículas solares entram em contato com a atmosfera terrestre produzem uma tempestade eletromagnética que cria enormes quantidades de radiação. Isso pode significar para os astronautas que trabalham na estação espacial internacional estarem sendo expostos a níveis letais de radiação.

Trabalhadores, do Met Office (http://www.metoffice.gov.uk/), uniram-se com homólogos dos EUA, para criar um centro de previsão de 24 horas. Um porta-voz disse ao Times: “Estamos colaborando com as autoridades meteorológicas dos EUA para se concentrar em previsões e como lidar com o impacto de um “Flare” solar, sobre a infra-estrutura do Reino Unido".

Fonte: Daily Mail - UK
Tradução e adaptação de texto: Gério Ganimedes

Direitos Reservados - Projeto Quartzo Azul ©©:


Nota:
Prezados leitores do meu blog, peço a todos que vejam os videos abaixo, pois quando eu os vi, logo percebi o que é evidente, o sol esta sendo atacado.
Sim ao que parece, o sol esta sendo atacado "propositalmente" com lasers por enormes e estranhos objetos (UFOS).
Como ja escrevi em postagens anteriores, O apocalipse da Nova Era, Projeto Blue Bean, com todos os acontecimentos programados, está acontecendo agora.
Ao que parece, os "inimigos" do verdadeiro Deus Pai Criador, daqui da terra e de lá do espaço, estão trabalhando em conjunto provocando um falso apocalipse.
Apocalipse 8:12
"E o quarto anjo tocou a sua trombeta, e foi ferida a terça parte do sol, e a terça parte da lua, e a terça parte das estrelas; para que a terça parte [da luz] deles se escurecesse, e a terça parte do dia [em si] não brilhasse, e [ficasse com sua luz] semelhantemente [como] a noite."
O que a Nasa e os governos estão escondendo?



http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=sY4pb2GD7j4

http://www.youtube.com/watch?v=coVlhlljkxA&feature=related

Bem, agora tirem suas conclusões.
Aquele que há de vir virá, e fará justiça sobre todo o mal.
Estamos de olho
Célio.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

GRANDE TEMPESTADE SOLAR: Nos EUA autoridades iniciam preparativos

http://www.apolo11.com/imagens/2011/thumb_tempestade_geomagnetica.jpg
Em 1859, uma poderosa tempestade solar atingiu a Terra, induzindo correntes que incendiaram postos telegráficos e produziram auroras em Cuba e no Havaí. Agora, pesquisadores americanos estão alertando diversos órgãos e instituições


22 jun 2011 - 11h10

Em 1859, uma das mais poderosas tempestades solares atingiu a Terra, induzindo correntes elétricas que incendiaram postos telegráficos e produziram auroras em locais de latitudes tão baixas quanto Cuba e Havaí. Agora, pesquisadores americanos estão alertando diversos órgãos e instituições para saber como agir em caso de uma possível tempestade solar dessa magnitude


O motivo do alerta é que em setembro de 1859 a atividade solar estava abaixo da média do ciclo, em condições muito semelhantes às que se encontra hoje. Mesmo com atividade abaixo da média, a explosão registrada daquela época produziu o maior bombardeio de prótons já ocorrido em nossa atmosfera.  
De tão intenso, até hoje os cientistas não sabem como classificar o fenômeno, batizado "evento Carrington".
Apesar dos estragos provocados pela tormenta serem bastante significativos para a época, quando diversos países ficaram sem comunicação telegráfica por vários dias, as condições do cenário atual são bastante diferentes e uma tormenta similar poderia causar enormes sérios prejuízos à sociedade.
Esta semana, cientistas da Nasa e de outros institutos de pesquisa dos EUA se reuniram no Centro Nacional de Imprensa com o propósito de alertar e estimular medidas a serem tomadas caso um evento desse tipo ocorra novamente.
Essa é a quinta edição do SWEF (Space Weather Enterprise Forum) e segundo seus organizadores a meta é aumentar a conscientização sobre o clima espacial e seus efeitos sobre a sociedade moderna, especialmente entre os formuladores de políticas públicas e equipes de emergência.





Além de congressistas e membros da FEMA (defesa civil americana) e da ONU, participam da SWEF os representantes das maiores companhias elétricas do país, além dos cientistas da Nasa, NOAA e de diversas universidades ligadas à pesquisa solar.

 
Consequências
 
Um estudo feito em 2009 pela Academia Nacional de Ciências, dos EUA, mostrou que quase nada está imune à tempestade, nem mesmo a água das residências.
De acordo com o trabalho, todo o problema começa com as redes de distribuição de energia elétrica, consideradas o pilar de sustentação de praticamente todos os serviços modernos existentes e que é extremamente vulnerável às instabilidades do tempo espacial.
Segundo o cientista John Kappenmann, um dos autores do estudo, em poucas horas o sistema de telefonia entraria em colapso e o abastecimento de água e combustíveis funcionaria precariamente. A conclusão de Kappenmann é que 95% da cadeia produtiva moderna deixariam de funcionar.

Simulação

 
Para estimar o tamanho da pane que uma falha desse tipo pode causar os cientistas empregaram os dados da tempestade geomagnética ocorrida em maio de 1921, que induziu dez vezes mais eletricidade que a tempestade de 1989. Os dados foram introduzidos no modelo representativo da malha atual de distribuição norte-americana. Para espanto dos pesquisadores os resultados mostraram que um surto semelhante acarretaria a destruição de pelo menos 350 transformadores principais, deixando 130 milhões de pessoas sem energia elétrica.

Danos Catastróficos

 
De acordo com a simulação, uma repetição do Evento Carrington poderia causar pesados danos sociais e econômicos. A sobrecarga poderia ser acompanhada de blackouts de radiopropagação e falhas nos satélites de comunicação e GPS, ocasionando a queda dos sistemas bancários e serviços emergenciais. Devido à falha os transportes também sofreriam com problemas de abastecimento de todos os tipos e os hospitais entrariam em colapso por tempo indeterminado.
O estudo de 2009 mostrou que a extensão do problema está diretamente ligada ao tempo necessário ao reparo das linhas de transmissão. A substituição de transformadores de milhares de toneladas não é imediata, podendo levar semanas ou até meses para ser concluída. As perdas estimadas pela equipe ultrapassariam 2 trilhões de dólares, cerca de 20 vezes mais que os custos do furacão Katrina.

Artes: No topo, um dos transformadores que explodiu durante a tempestade solar ocorrida em 1989, na cidade de Québec, no Canadá. Acima, mapa mostra as regiões que seriam atingidas nos EUA caso ocorresse uma tempestade semelhante ao evento de 1921. Crédito: Hydro Québec/Nasa/National Academy of 



 




Sciences/Apolo11.com.
Direitos Reservados
É vedada a utilização deste texto
 

Leia nosso Termo de Uso e saiba como publicar este material em seu site ou blog
Publicado por: http://portaldosanjos.ning.com/group/osltimosguardiesdogrupodapazluzeamor/


CROP CIRCLE que desconcertou a todos os cientistas do mundo...

Esse artigo foi publicado em Maio de 2010 pelo StarViewerTeam http://starviewer.wordpress.com/ e que realmente chama a atenção até dos mais céticos ao assunto 2012, pois mostra nitidamente que há MUITA informação de valor científico estudado e obviamente não divulgado nas mídias convencionais. Ou seja, quem espera ver esse tipo de notícia no Jornal Nacional ou Fantástico, pode esquecer.
Compartilho com vocês os dados estudados e atribuídos ao assunto. Quero deixar claro que não estou “forçando” nenhuma opinião. Leia e tire suas próprias conclusões.

No dia 22 de Maio, surgiu em Wilton Windmill um Crop circle que absolutamente desconcertou aos cientistas.

A figura mostra um código em ASCII (acrônimo para American Standard Code for Information Interchange, que em português significa "Código Padrão Americano para o Intercâmbio de Informação") com uma mensagem que pode decodificar-se em 9 dígitos de código binário. (Esse 9 me persegue [rs]).
Vários matemáticos do London University College, permaneceram atônitos diante do que se considerava incrivelmente ininteligível à primeira vista.

A cobertura do Crop circle transcendeu muito mais além da imprensa britânica, em que cientistas acadêmicos, transdisciplinares, biogeneticistas e matemáticos, convergem na interpretação do código, demonstrando uma excelência e objetividade sem precedentes até agora.

Pela primeira vez na historia recente, em nível acadêmico após as declarações de Stephen Hawking, já são muitos os cientistas que trabalham ativamente na decodificação dos Crop circles.
 
  Na figura logo abaixo vemos a correlação em referencia da "equação de Euler", circunstancia na qual mostra que de fato existe um consenso geral na comunidade científica.
 
 

Veja agora de forma mais detalhada as diversas hipóteses de trabalho que neste momento mantém em ALERTA toda a comunidade científica.

Esse diagrama exposto ao lado, corresponde a interpretação consensual ou regras de código ASCII decodificadas. Em seguida veja a decodificação original nos links abaixo:
psychedelicadventure http://psychedelicadventure.blogspot.com/2010/05/wilton-windmill-cr... ou logosmythos http://logosmythos.net/wilton_windmill_crop_circle_may_2010.html


Igualmente em:
telegraph http://www.telegraph.co.uk/science/science-news/7760079/Crop-circle... ou lucypringle http://www.lucypringle.co.uk/photos/2010/wilton-windmill-2010.shtml A respeito dos documentos científicos de decodificação e interpretação, você poderá ver em: independent http://www.cropcircleconnector.com/2010/wilton/comments.html


Igualmente, encontrarão uma extensa recopilação de interpretações facilitadas pela comunidade científica independente, em
Crop circle season arrives with a mathematical message http://www.independent.co.uk/news/uk/this-britain/crop-circle-seaso...


Analisando a mensagem “impressa” no disco, e depois de analisar todas as interpretações e particularidades, observe em seguida uma breve síntese das mesmas, que se baseiam na equação de Euler e a anomalia do Espaço-Tempo, assim como uma incontestável conta atrás. (3-2-1).

Síntese e aspectos comuns dessa interpretação:

1º.- Existe um consenso da comunidade científica, em que o código ASCII, representa a equação de Euler, e adicionalmente, contém uma sentença superposta duplicada que representa um binômio Euler/Fibonacci, sobre o dilema de dupla interpretação de (PI ou Phi)

Euler = e ^ (i)PI +1 = 0

Euler/Fibonacci e ^ (phi) 1 = 0

Ambas interpretações estão contidas no código ASCII, que adicionalmente contém outra premissa: Uma curiosa “conta pra atrás”:
3->(2010) , 2->(2011) , 1->(2012) = 0 ZERO

2º- Foi recopilada uma síntese explicativa de todas as contribuições de cada equipe científica incluindo Starviwerteam. Todos chegaram a conclusões convergentes.

Veja abaixo a equação envolvendo todas as interpretações:

Explicação do esquema:


1º.- Na parte superior, o “tempo linear”. Para toda conta atrás, 3-2-1, até o momento do 0(zero), o NÃO TEMPO. Esse NÃO TEMPO, não se refere a nenhuma catástrofe física, atribui-se a teoria da abertura de um “portal dimensional” que está se formando na parte inferior do gráfico: “A realidade quântica”. Ou seja, podemos dizer que a realidade Linear que em vivemos é
um holograma http://starviewer.wordpress.com/2010/05/26/hipergeometrialas-realid....

Porém, a atual realidade em que vivemos (3D) está, de certa forma, sofrendo uma modificação e em conseqüência disso, está modificando nosso DNA. As cadeias explicativas desse DNA estão contidas nesse código ASCII quando interagimos com a equação de Euler e os seguimentos.

Em concreto, contém uma relação entre os Raios Gama, as pontes de Hidrogênio e as seqüências ATGC de nosso DNA (Relação Ionogenomática).
Também contém a relação entre os Padrões de Harmônicos da Radiofreqüência e nosso Diferencial K-G (Os pacotes de Ressonâncias de Schumann). Todos esses processos estão ocorrendo já em nosso DNA, e este ciclo durará "três anos" (se completará neste período). Num mesmo “nível”, digamos que igualmente, a atmosfera da Terra, está se ionizando. Está se modificando para poder alcançar a ressonância necessária para o “ponto 0? que está nos 13Hz atualmente. Ponto em que se produzirá a convergência para a abertura do “Buraco” de Einstein-Rossen. Nesse momento se abrirá completamente, um estado "diferente" da matéria parecido ao dos cristais (aether) de forma coerente e harmônico com as mudanças que estão ocorrendo em nosso DNA.

2º.- Na parte inferior, vemos, a superposição do binômio Euler/Fibonacci, assim como sua equivalência em formulação de planos alternativos ou hologramas convergentes e simétricos, tal e como vemos no estudo
Hipergeometría:Las realidades alternativas son supersimétricas y los planos pueden superponerse http://starviewer.wordpress.com/2010/05/26/hipergeometrialas-realid...


De fato, igualmente apreciamos que nesse cenário, há três fases coincidentes temporalmente e culminam com eventos que entram num horizonte de acontecimentos de uma “Ponte” (Einstein-Rossen) Um
Buraco Negro http://starviewer.wordpress.com/2010/05/11/nuevos-datos-cientificos....

Da informação contida nas equações parece deduzir-se, que cada posição dos setores, replicam exatamente diferentes cenários que são simétricos entre si, e que correspondem com uma viagem ao "Passado", ou seja: Voltaremos à origem, ou vamos mudar de plano. Finalmente, se "vê" uma espécie de “seleção” entre diversos planos possíveis. (Diversos cenários alternativos).


Fonte: Rafael López Guerrero -INTELIGENCIA EXTRATERRESTRE EN EL MARCO DE LA EXOCIENCIA- CyE IV
Publicado por Solange C. Ventura em: http://portaldosanjos.ning.com/

 

América pode ter um default em agosto

Os chineses e as agências de notação Fitch e Moody's zangaram-se com o Congresso americano. Se o limite de endividamento dos EUA não for aumentado, 30 mil milhões de dólares de títulos do Tesouro que vencem a 4 de agosto podem estar em maus lençóis.



A palavra default subiu pela primeira vez explicitamente ao palco político nos Estados Unidos e passou a ser tema de conversa no mundo. A crise da dívida soberana ameaça entrar na vida americana. A luta política no Congresso dos Estados Unidos em torno do aumento do limite de endividamento do governo federal está a provocar uma onda de nervosismo entre os investidores na dívida emitida pelo Tesouro americano..
Dois responsáveis chineses advertiram na semana que terminou que os parlamentares americanos que se opõem ao aumento desse teto estão "a brincar com o fogo". Li Daokui, do Banco Central da China, afirmou que havia o risco real de um default da dívida americana, no que foi acompanhado por Yuan Gangming, da Academia de Ciências Sociais da China. Gangming referiu inclusive que a guerrilha política interna nos Estados Unidos, à medida que se aproxima a eleição presidencial de 2012, poderá colocar em risco a situação do Tesouro americano. Segundo a Reuters, alguns congressistas republicanos "pensam que um default técnico [no princípio de agosto] poderá ser o preço a pagar para que a Casa Branca aceite cortar na despesa" e imaginam que os credores aceitariam "um pequeno atraso, talvez uns dias" até que consigam dobrar Obama. O novo ano fiscal inicia-se a 1 de outubro, pelo que esta guerrilha não vai parar no verão.
Para além da China, logo o Banco Central da Índia e o Banco Central do Omã (refletindo a voz do Golfo) vieram manifestar publicamente a sua apreensão. 

Rating ameaçado
Para completar o ramalhete, a agência Fitch, veio ameaçar na quarta-feira que poderia baixar no princípio de agosto o rating dos Estados Unidos do nível atual de triplo A para B+ se se verificar qualquer default técnico ou  moratória na altura do vencimento de letras do Tesouro americano no valor de 30 mil milhões de dólares a 4 de agosto, e se o assunto não for resolvido até 11 de agosto, quando há novo vencimento de dívida. Na semana anterior tinha sido a vez da Moody's Investors Service a ameaçar que procederia a uma revisão da notação dos Estados Unidos em julho se o assunto continuar no pé atual.
Este problema deriva do facto do nível máximo de endividamento federal já ter sido atingido a 16 de maio. Um conjunto de medidas extraordinárias tomadas pelo secretário do Tesouro, Tim Geithner, permitiu adiar a situação de rutura até 2 de agosto.
A dívida pública americana atingiu os 14,3 biliões de dólares. Cada cidadão americano nasce com 143 mil dólares de dívida ao pescoço desde que o cordão umbilical é cortado. O PIB americano foi de 14,7 biliões no ano passado, pelo que a dívida pública é praticamente 100% do PIB. 

Mal estar econômico: retoma que não retoma
Os números da economia americana continuam a desagradar. E muitos analistas e economistas falam do risco de uma recaída na recessão - double-dip mais alto desemprego estrutural desde 1969 . O número mais elevado neste período foi em janeiro de 1983 com cerca de 3 milhões - hoje são 7 milhões. na designação inglesa. O desemprego, segundo o relatório do US Bureau of Labor Statistics de 3 de junho, atingiu os 13,9 milhões de pessoas, uma taxa de desemprego de 9,1% em final de maio, em que o desemprego estrutural é de 45,1% e o desemprego entre os jovens é de 24,2%. É o
Há já mais de 800 mil "trabalhadores desencorajados" que já não procuram emprego. Espera-se que o nível de desemprego suba para 9,2% em final de junho.
A economia americana vive em 70% do consumo interno e este está afetado por duas doenças: o desemprego (já referido) e a quebra brutal no valor do imobiliário detido pelas famílias americanas. A baixa do preço do imobiliário (e o consequente valor em ativos detidos pelas famílias) desde o rebentar da bolha em 2007 já fez desaparecer 7 biliões de dólares (cerca de €5 biliões) e espera-se que caia mais 1 bilião no próximo ano. O professor Robert Shiller, da Universidade de Yale, e co-autor de um indicador sobre o imobiliário americano (conhecido como S&P/Case-Shiller home price índex), disse esta semana que não ficaria surpreendido se os preços do imobiliário caíssem ainda mais 10 a 25%, segundo a Reuters.
Ben Bernanke, o presidente da Reserva Federal (FED, o banco central), no seu discurso da semana passada na Conferência Monetária Internacional, em Atlanta, apesar de admitir uma retoma económica "espasmódica e frustrante" que continuará a exigir "uma política monetária acomodatícia" (na fixação dos juros), insistiu que o consenso dentro da equipa da FED é que se assistirá a uma inversão no segundo semestre e que o surto inflacionário será temporário. No entanto, o presidente da FED advertiu os políticos republicanos que "uma consolidação orçamental abrupta no curto prazo" poderá enfraquecer ainda mais a "retoma ainda frágil".
Este desapontamento ocorre em simultâneo com uma economia totalmente inundada por dinheiro quente. A base monetária dos EUA atingiu agora um recorde de 2,5 biliões de dólares (€1,75 biliões, €1750 mil milhões). Há menos de 3 anos, durante a bolha, essa base monetária era de 820 mil milhões de dólares, ou seja a intervenção monetária na economia desde a crise gerou um aumento de 300% - o que compara com os magros 44% entre 2000 e 2007.

Quem se beneficiou da injeção monetária?
Para onde foi essa inundação de dinheiro? Não para a economia real. Os bancos aumentaram as suas reservas na Reserva Federal (FED) e embrenharam-se na especulação financeira uma vez mais.
Peter Cohan, em declarações ao Expresso, é muito claro sobre esta política de Bem Bernanke: "Já vimos que o efeito desta injeção de dinheiro não levou ao crescimento do emprego - as empresas estão a 'armazenar' o dinheiro nos seus balanços, os bancos usam-no para comprar títulos do Tesouro em vez de emprestar às empresas e os traders utilizam-no para especular nas commodities".
Paul Krugmam colocou os nomes nos bois na sexta-feira passada na sua coluna no The New York Times com um artigo sugestivamente intitulado: "Governados por rentiers". Rentiers é a palavra francesa, usada em economia, para os que vivem de rendas financeiras. Diz o Nobel: "Estou cada vez mais convencido de que [a paralisia das políticas transatlânticas] é uma resposta à pressão de grupos de interesse. Conscientemente ou não, os decisores estão a servir quase exclusivamente os interesses dos rentiers".
Preocupante também o facto da FED ter ultrapassado a China como principal credor do Tesouro norte-americano. Harm Bandholz, economista-chefe do UniCredit nos EUA, deu os detalhes: em virtude do QE2 (2º programa de alívio quantitativo, quantitative easing em inglês, que injetou 600 mil milhões de dólares), a FED passará a deter 16% da dívida federal no final de junho, bem à frente da China que deteria menos de 12% em finais de março. Os detentores seguintes desta dívida são as famílias americanas (como aplicação de poupanças), o Japão, os governos estaduais e locais da federação americana e os fundos de pensões privados.
Se Ben Bernanke decidir não renovar nenhum programa de alívio quantitativo quando o QE2 terminar no final deste mês, alguém terá de preencher o lugar principal na aquisição de títulos do Tesouro e para tal os juros dos títulos do Tesouro terão de subir significativamente para ser atrativos. Atualmente, os juros dos títulos do Tesouro americano são mais baixos do que os juros dos Bunds (títulos alemães) nas maturidades a 5 anos (1,56% contra 2.17%), mas superiores nas maturidades a 10 anos (2,97% contra 2,96%) e 30 anos (4,18% contra 3,52%).
As bolsas refletiram este mal-estar. O índice bolsista S&P quebrou 1,4% na sexta-feira, findando uma semana em que caiu 2,24%. Desde o pico em 29 de abril, o S&P já desceu quase 7%. Foi a sexta semana consecutiva em baixa. O índice bolsista Dow Jones desceu abaixo dos 12.000 pontos.
Fonte: Exame Express 
Publicado por:  http://2012umnovodespertar.blogspot.com/2011/06/america-pode-ter-um-default-em-agosto.html