Arquivo Geral de Publicações do Blog

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

Barra de Vídeos - Tema Selecionados

Loading...

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Planos da Elite de EXTERMÍNIO GLOBAL












http://www.youtube.com/watch?v=BlcYOxfEKPQ&feature=player_embedded


John P. Holdren, diretor de Ciência e Tecnologia da Casa Branca, quer exterminar você e a sua família!!!

Despopulação, Redução da População, Extermínio Global, Genocídio, Eugenia… É frequente, muitíssimo frequente mesmo, eu discutir seriamente com pessoas que criam convicções pessoais inabaláveis baseadas em dados obtidos em pesquisas científicas. Como podem essas pessoas ter tamanha convicção ou fé na ciência se a nossa augusta comunidade científica se dedica a investigar e desenvolver os temas nefastos citados no início deste parágrafo?

Assista abaixo entrevista com detalhes do plano de Extermínio Global – Dr. Webster Tarpley

John P. Holdren, a maior autoridade no campo de Ciência e Tecnologia da Casa Branca, é um assessor da mais alta confiança de Obama. Com outros dois autores, ele escreveu o livro “Ecociência”, uma piração completa de mais de 1600 páginas que poderia ser chamada também de “Bíblia do Inferno”.

ECOCIÊNCIA – UM BILHÃO E NADA MAIS!
Neste livro, Holdren argumenta que a população mundial deve ser de apenas 1 bilhão de pessoas e que para atingir esta meta o Estado deve instituir leis que lhe deem o poder de impor abortos obrigatórios, esterilização obrigatória, infanticídio e licença para poder ter filhos a seus cidadãos. Mas tem mais…

DESINDUSTRIALIZAÇÃO – HOLDREN, O CHARLATÃO PSICOPATA
Como reduzir a população de países de terceiro mundo e de países em desenvolvimento sem precisar matar todo mundo de forma direta? Segundo Holdren, é fácil: é só empobrecê-los promovendo a desindustrialização destes países. Sem indústrias, um país não é capaz de gerar riqueza e elevar o padrão de vida de seus cidadãos. Em consequência, teríamos pobreza, doenças, mortalidade infantil, fome, etc. Ideia de jerico? Ideia de Holdren! Ele não quer que outros países sejam ricos para reduzir a população mundial? Este é um conceito totalmente falso, pois está provado que quanto mais alto o padrão de vida das pessoas, menor é a taxa de mortalidade. ATENÇÃO: Talvez você não perceba, mas o Brasil está num processo acelerado de desindustrialização.

EUGENIA – A SUPER-RAÇA NÃO FOI UMA IDEIA DE HITLER
Além disso, a Elite Globalista financia massivamente há décadas uma pseudociência chamada de Eugenia, que abrange o conceito de que existe uma raça que seja superior às outras entre humanos. Hitler não foi inventor desta ideia, ele absorveu este conceito dessa mesma elite e foi financiado por ela.

QUANDO COMEÇARÁ O EXTERMÍNIO GLOBAL?
Todo este esforço científico tem o nobre objetivo de tornar a vida humana na Terra possível (exterminando bilhões de vidas). É sério isso? Bem, uma vez que a Nova Ordem Mundial consolidar o seu Governo Mundial, provavelmente ela começará a exterminar as pessoas fazendo uso de armas biológicas que ela guarda embaixo da manga, as quais os nossos cientistas desenvolveram. E colocará a culpa em homens barbudos, que vestem turbantes e moram em cavernas, é lógico

O MITO DA SUPER-POPULAÇÃO
Há espaço e recursos de sobra para muito mais pessoas no mundo do que as 7 bilhões atuais. Ao ignorar ou opor-se a este fato, a comunidade científica mostra que não passa de, em sua maior parte, formadores de opinião a serviço da Nova Ordem Mundial. Nossos cientistas são mais um dos Sistemas de Controle usados contra a população leiga, e estão preparando o caminho para a Elite Globalista exterminar a maior parte da humanidade. Muitos deles fazem isso conscientemente (têm consciência da mentira), e propagam a farsa de que tem muita gente no mundo. Será que eles sabem que todos eles, assim como suas famílias, estão sendo vítimas das mesmas tecnologias que estão desenvolvendo para uso de uma elite psicopata?

MENSAGEM AOS CIENTISTAS
Lembrem-se: ser inteligente não é a mesma coisa que ser sábio.

Um cientista tem de ser extremamente inteligente para conceber o projeto de uma bomba atômica. Mas construir uma bomba atômica é uma atitude sábia? É óbvio que não.

A onda de Despertar Global contra a Tirania é irrefreável. Membros da comunidade científica que têm senso de moralidade, que são pessoas boas que sabem distinguir o certo do errado, também acordarão, enxergarão que existe de fato uma Matrix e que eles estão servindo, devido a um fenômeno de Compartimentalização que não lhes permite enxergar o projeto de extermínio como um todo, a uma Agenda Globalista com a qual eles são totalmente contrários.

Cientistas do mundo: DESPERTEM AGORA! Façam a sua obrigação e revelem a verdade para todos!

Por André o’Zaca
fonte brasilindomavel.com


http://www.youtube.com/watch?v=BlcYOxfEKPQ&feature=player_embedded

Lei marcial se aproxima: Senado dos EUA quer permissão para militares prenderem cidadãos sem acusação e sem julgamentos


Arrest Americans
Sem dúvidas, coisa parecida poderá ser aprovada aqui no Brasil também...


O Senado está definido para votar um projeto de lei na próxima semana, que define o conjunto dos Estados Unidos como um "campo de batalha" e permitir que o Exército dos EUA possa prender cidadãos americanos em seu próprio quintal, sem acusação ou julgamento.

"O Senado vai votar sobre se o Congresso vai dar a este presidente e a todos os presidentes futuros - o poder de ordenar os militares para pegar e prender sem acusação ou julgamento de civis em qualquer lugar do mundo. O poder é tão ampla que mesmo os cidadãos dos EUA poderia ser varrida pelos militares e os militares poderiam ser usados ​​longe de qualquer campo de batalha, mesmo dentro dos próprios Estados Unidos ", escreve Chris Anders do Escritório Washington ACLU Legislativa.


Sob a "detenção indefinida em todo o mundo sem acusação ou julgamento" prestação de S.1867, a National Defense Authorization Act lei, que é definido para ser posta em votação no plenário do Senado segunda-feira, a legislação irá "basicamente dizer em lei para o primeiro momento em que a terra natal faz parte do campo de batalha ", disse o senador Lindsey Graham (RS.C.), que apóia o projeto de lei.

O projeto de lei foi elaborado em segredo pelos senadores Carl Levin (D-Mich.) e John McCain (Arizona), antes de ser aprovada em uma reunião da comissão a portas fechadas, sem qualquer tipo de audiência. A linguagem aparece em seções 1031 e 1032 do projeto de lei DDAA.


"Também gostaria de salientar que estas disposições levantam sérias questões a respeito de quem somos como sociedade e que a nossa Constituição procura proteger", Colorado senador Mark Udall disse em um discurso na semana passada. Uma seção destas disposições, seção 1031, seria interpretado como permitindo que as forças armadas para capturar e deter indefinidamente cidadãos americanos em solo dos EUA. Seção 1031, essencialmente, revoga a Lei Posse Comitatus de 1878, autorizando o exército dos EUA para desempenhar funções policiais em solo americano. Só isso já deveria alarmar os meus colegas de ambos os lados do corredor, mas há outros problemas com estas disposições que devem ser resolvidos. "


Isto significa que norte-americanos poderiam ser declarados terroristas domésticos e jogados em uma prisão militar, sem recurso algum. Dado que o Departamento de Segurança Interna temcaracterizado o comportamento, tais como a compra de ouro, possuir armas de fogo, usando um relógio ou binóculos, doando para a caridade, usar o telefone ou e-mail para encontrar a informação, usando o dinheiro, e toda sorte de comportamentos mundanos como indicadores potenciais de terrorismo doméstico, tal disposição seria aberta ao abuso.


"Cidadãos norte-americanos e as pessoas pegou nas ruas americanas ou canadenses ou britânicos de serem enviados para prisões militares por tempo indeterminado, mesmo sem ser acusado de um crime. Realmente? Alguém acha que isso é uma boa idéia? E por que agora? "Pede Anders.


A ACLU está pedindo aos cidadãos para chamar de seu senador e exigir que a Emenda Udall ser adicionado ao projeto de lei, uma mudança que, pelo menos agir como uma verificação para impedir que os americanos se tirou das ruas sem alguma forma de supervisão do Congresso.


Temos vindo a alertar para mais de uma década que os americanos se tornaria alvo de leis supostamente destinadas a terroristas e combatentes inimigos. Alex Jones pessoalmente documentou como as tropas dos EUA estavam sendo treinados para prender cidadãos dos EUA no caso de a lei marcial durante exercícios de treinamento de guerrilha urbana para trás na década de 90. Sob a National Defense Authorization a lei Act, nenhuma declaração da lei marcial é necessário uma vez que os americanos seriam agora sujeitos ao mesmo tratamento como supostos insurgentes em lugares como Afeganistão e Iraque.


Se você pensou que o assassinato executivo de cidadãos americanos no exterior era ruim o suficiente, agora poderes semelhantes serão estendidos para a "pátria", em outras palavras, sua cidade, sua comunidade, seu quintal.


Big Brother illuminati: Tecnologia analisa telefonemas, emails e redes sociais para dectar potenciais “terroristas”




http://blog.antinovaordemmundial.com/wp-content/uploads/2010/09/apple_big_brother_19841.png



1 de Outubro de 2010
By

Créditos de A Nova Ordem Mundial

A policia do pensamento imaginada em muitos filmes está cada vez mais perto da realidade.
Durante um simpósio em Hamburgo, um subúrbio da cidade de Buffalo, Nova Iorque, foi apresentado um avançado programa de computador que supostamente poderá localizar um criminoso antes deste cometer um ato de terrorismo.
Um professor suíço trabalhando no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) que dirige o Projeto Máquina da Mente, descreveu como este programa funciona através da digitalização de chamadas telefônicas e mensagens eletrônicas enviadas através de e-mail ou redes sociais.
Suponha que você sabe que há uma ameaça para o presidente quando ele está visitando, por exemplo, o Texas. Através de informações obtidas pela Agência de Segurança Nacional (NSA), temos as ferramentas para analisar enormes
quantidades de dados obtidos desta forma“, disse o professor Mathieu Guidere da Universidade de Genebra.
Como? “O software detecta ressentimento em conversas através de medições em decibéis e da biometria da outra voz“, disse ele. “Ele detecta obsessão enquanto o indivíduo volta ao mesmo tópico várias vezes, medindo crescendos da voz“.
Quanto à transmissão de mensagens escritas analisadas pelo programa de computador, ele pode detectar o mesmo padrão de fixação sobre temas especificados, disse Guidere, que trabalhou por anos com rastreio de dados de massa envolvendo radicalização e de doutrinação ideológica.
Usando traços de caráter que foram identificados através de perfis psicológicos realizados em terroristas na sequência dos atentados de 11 de setembro de 2001, Guidere disse que ele e seus colegas desenvolveram programas que isolam os sinais que apontam para um potencial terrorista.
Ele disse que os terroristas solitários, em particular, não são doentes mentais, mas guardam ódio e profundo ressentimento em relação ao governo. Seus picos emocionais, Guidere explicou, pode ser identificada pelo programa de computador.
O lado prático é que uma vez que o indivíduo tenha sido identificado, a informação pode ser repassada às autoridades para que a vigilância possa começar, ele disse.
Atualmente, o programa de computador pode rever 10.000 vozes ou outras transmissões eletrônicas em uma hora. O objetivo, disse o professor, é aumentar a capacidade para 100 mil por hora.
Do lado civil, o programa pode ser usado por psicólogos e outros profissionais de saúde mental que trabalham com veteranos de guerra, policiais e outros, para medir seu progresso na recuperação.
Ao gravar a voz do paciente, o programa pode medir o nível de negatividade e positividade em relação à taxa de depressão e outros distúrbios emocionais“, disse Guidere, que está trabalhando com o Dr. Newton Howard, diretor do Projeto Máquina da Mente do MIT.


—————

Não é a primeira vez que vemos a tecnologia sendo utilizada para tentar prever crimes, nos moldes do filme Minority Report. Vimos alguns meses atrás a tecnologia israelense que supostamente permitiria ler as mentes em aeroportos e achar potenciais terroristas.
Interessante que o programa foca em pessoas com ressentimento contra o governo. Para quem abriu seus olhos para a verdade e tem conhecimento da corrupção a nível mundial, fica difícil não guardar ressentimento contra os governantes, que permitem que corporações e a elite financeira façam gato e sapato da população, que trabalha cada vez mais para ter um mesmo nível social cada vez menor.
Além do aumento óbvio do controle sobre todos os aspectos de nossa vida e do estabelecimento do pré-crime como algo aceitável, outra conclusão que podemos tirar deste artigo é a difamação e demonização daqueles que não concordam com as políticas governamentais, praticamente igualando-os a perigosos terroristas.
Quem deveria ser perseguido e preso são estes cientistas loucos, que vão pouco a pouco criando a cena perfeita para a implantação de um estado policial autoritário e absoluto, requisito principal para a nova ordem mundial. Da mesma forma como os cientistas que deturpam a ciência para justificar o aquecimento global antropogênico, não passam de mercenários sem coração.
Vimos os body-scanners que foram cedidos gratuitamente de forma tão generosa pelos EUA. Quando será que veremos este software implementado no Brasil?

terça-feira, 29 de novembro de 2011

O ABSURDO DOS ILLUMINATIS: União Européia bane afirmação de que água pode prevenir desidratação

http://i.telegraph.co.uk/multimedia/archive/02058/drinking_2058912c.jpg
21 de Novembro de 2011
By


Burocratas de Bruxelas foram ridicularizados depois de proibirem que os fabricantes de bebidas alegassem que a água pode evitar a desidratação.

Funcionários da UE concluiram, após uma investigação de três anos, que não há nenhuma evidência para provar um fato anteriormente indiscutível.
Produtores de água engarrafada são agora proibidos por lei de fazer a afirmação e irão enfrentar uma pena de prisão de dois anos, se desafiarem o decreto, que entra em vigor no Reino Unido no próximo mês.
Ontem à noite, críticos alegaram que a UE estava em desacordo com a ciência e o senso comum.
O deputado conservador Roger Helmer disse: “Isto é estupidez em larga escala”.
“O euro está queimando, a UE está caindo aos pedaços e ainda aqui estão eles: funcionários altamente pagos, altamente pensionados se preocupando com qualidades óbvias da água e tentando negar-nos o direito de dizer o que é obviamente verdadeiro”.
“Se alguma vez houve um episódio que demonstra a loucura do grande projeto europeu, então é este.”


Fonte: The Telegraph
Via Notícias Alternativas



NOTA: Só falta agora eles dizerem que a "água faz mal a saúde" e o pior é que se o fizerem a maioria do povo vai acreditar. É um absurdo a que ponto chegou a ousadia da manipulação dos illuminatis, é ridicula e grotesca e ninguem percebe. Pena tantos irmãos ainda não estarem despertos.

domingo, 27 de novembro de 2011

REMODELANDO NOSSA SEXUALIDADE: Preparação para Viver na Nova Terra (mensagem dos Hathors)




Mensagem de Os Hathors, através de Célia Fenn

Querida Família, e os chamamos assim porque ao vos encaminhardes para vossa ascensão estais cada vez mais próximos de nós. Apenas uma vez estivemos assim tão próximos de vós, e foi quando trabalhamos juntos no Egito. Nessa altura, como agora, os nossos ensinamentos eram sobre beleza, amor e poder. Nós somos os cantores e dançarinos do Cosmos, e viemos para vos ensinar métodos de abrir e usar as vossas energias sexuais que são bonitas e criativas e mais próprias para vocês nesta altura da vossa evolução.
Queremos que cheguem à conclusão que são seres poderosos e criativos, e que vossa energia sexual é uma parte fundamental da vossa energia criativa. O recente trânsito de Vênus trouxe á baila questões sobre a sexualidade em vossas vidas. É tempo de libertar velhos padrões que estão contidos no Consciente Coletivo e substituí-los com novos padrões que estão mais de acordo com o que são agora. E é disto que precisamos falar hoje.

Os Desequilíbrios na História

Por muitos milhares de anos, a vossa energia sexual, como cultura, tem estado em desequilíbrio. Ao princípio, viveram numa sociedade dominada pelas mulheres, denominada Sociedade Matriarcal. Depois, mais recentemente, mudaram para uma sociedade dominada pelo homem, chamada Sociedade Patriarcal. Ambos os modelos de comportamento cultural são baseados no poder – o poder de um grupo sobre o outro, definidos pelo gênero. E então, em vossa memória genética e nos registros Akáshicos, existem muitas histórias de domínio e controle, e padrões doentios e desequilibrados de abuso e opressão.
Na vossa fase mais recente, a Patriarcal, o poder foi dado aos homens, para dominar sobre mulheres e crianças. Atualmente, isto originou culturas onde o homem tem o controle absoluto sobre mulheres e crianças, como no Médio Oriente; culturas no mundo desenvolvido (Primeiro Mundo) onde o controle é mais subtil e menos evidente. Mas mesmo nestas sociedades existem problemas como a pornografia e abuso de mulheres e crianças. Em alguns casos, bebes são violados e crianças torturadas num jogo distorcido de sexo e poder.
No mundo Ocidental, este padrão de dominação e os arquétipos de ofensor/vítima permanecem profundamente na Mente Coletiva, e estão, infelizmente, ligados ao amor e espiritualidade. Mas como pode ser isto? Pode você perguntar – o que tem o abuso sexual a ver com espiritualidade, ou mesmo com o amor?
Bem, se forem várias centenas de anos atrás no tempo, chegarão a uma altura, no mundo Cristão, quando os sacerdotes masculinos e clérigos perseguiram e torturaram “bruxas” que eram freqüentemente curandeiras e mestras das então chamadas religiões Pagãs ou Wiccas. Estas perseguições aconteciam em nome do Cristianismo, e recebiam validez espiritual. A tortura e o assassinato eram tidos por “salvarem e purificarem” as almas daquelas supostas bruxas, ao serem purificadas pelo fogo.
Mas, sustentando isto havia níveis de sadismo sexual, pois os padres celibatários atuavam com os seus impulsos sexuais reprimidos e distorcidos nas mulheres que eram as suas ”vítimas”. Muitos anos mais tarde, temas tais como pornografia e abuso sexual, tão abundante em nossa sociedade, encontraram raízes na nossa era. Muitos de vós têm memórias de Vidas Passadas das intensas sensações de dor sexual e de prazer distorcido que acompanhou estas experiências e ainda existem, de forma ativa, nos Bancos Coletivos da Memória. Então, no presente, vós como cultura, continuais representando estes dramas de forma a resolver os vossos vícios da alma a estes níveis intensos de cargas de energia sexual distorcidas.
Na África, Arábia e muitas culturas orientais, freqüentemente nas áreas dominadas pelo Islamismo, este sadismo e abuso sexual também estão presentes na prática cruel de mutilação genital feminina, também conhecida como “circuncisão feminina”. Neste costume, a habilidade de desfrutar do prazer sexual físico normal é tirada à mulher, normalmente muito jovens, com cerca de 12 anos. Esta forma de dominação e abuso é também praticada em nome da virtude e da espiritualidade. Que lugar triste se tornou o vosso planeta e tão pronto para mudanças! Tão pronto para começar o processo de remodelar a vossa sexualidade para formas mais saudáveis e amorosas!
Por favor, entendam que não procuramos aqui julgar ou criticar ninguém. Pois, como sabeis, não existem “vítimas” nestes dramas auto-criados, e TODOS os envolvidos devem ser responsabilizados pelas energias e por trazê-las de volta ao equilíbrio. E isto quer dizer TODOS VOCÊS.
Não é apenas a sexualidade que foi afetada, mas também o amor. E é tão difícil para muitos casais expressarem seu amor através da sexualidade de forma equilibrada. Há tantas imagens e histórias na vossa cultura que insistem que um deve dominar o outro, e que o sexo é um “direito” que um pode exigir do outro em um relacionamento. Mesmo com amor, é freqüentemente difícil para vocês lidarem com estes assuntos nas vossas relações e serem amorosos e equilibrados. Vemos tantos de vocês lutando com estes assuntos e com os resíduos de seus condicionamentos de Vidas Passadas.

O primeiro passo para a Cura e Remodelação: Equilibrando as Energias Masculinas e Femininas Interiores

Numa cultura Patriarcal, não são apenas os homens que se desequilibram. Todos se desequilibram. Atualmente, muitas mulheres possuem energia dominante masculina e precisam de se reconectar com a energia Feminina interior. Isto é o resultado do Feminismo na vossa cultura que “liberou” a mulher permitindo a elas desenvolver seus potenciais nunca antes experimentados. Mas também levou algumas delas a se tornarem muito masculinas. E também, como resultado do “Feminismo”, alguns homens na cultura Ocidental tentaram se reconectar com as energias Interiores Femininas tornando-se, ironicamente, muito femininos e passivos. Então temos uma nova situação “fora de equilíbrio”, onde as mulheres são, com freqüência, muito masculinas e os homens muito femininos.
Portanto – a chave para encontrar o equilíbrio para cada indivíduo é equilibrar as energias Masculinas e Femininas Interiores, de forma a criar um novo modelo para o Consciente Coletivo que substitua o velho.
Cada um de vocês necessita estar conectado com a energia Masculina interior. É a energia do Guerreiro Espiritual e do Líder dentro de vocês. Esta é a energia Solar. É radiante, forte, confiante, calorosa e assertiva. É a energia do “fazer”. Ela lhe diz quando precisa ser firme, lhe dá confiança e ajuda a realizar coisas no mundo material. Flui para fora e é ativa.
A energia Feminina é a energia Lunar. É suave, receptiva, gentil, amorosa e incondicional, mas também muito poderosa. É a energia do SER. Flui para dentro e é passiva (pacífica). Permite que estejam consigo próprios e com os outros sem se julgarem uns aos outros. É o lugar onde as idéias criativas são concebidas e trazidas à luz e então passadas ao masculino para que possam tornar-se reais no mundo.
Num indivíduo equilibrado, há um fluxo equilibrado entre o ser e o fazer, ativo e passivo, masculino e feminino. E este equilíbrio interno é refletido no mundo exterior na criação de relações entre seres que são igualmente equilibrados e podem então criar e manter relacionamentos que serão equilibrados e amorosos.
Uma relação equilibrada será aquela aonde nenhum dos parceiros domina o outro espiritualmente, mentalmente, emocionalmente e sexualmente.

Relações na Nova Terra

As relações na Nova Terra serão muito diferentes das relações que possuem agora. Serão mais gentis e mais divertidas e ao mesmo tempo sérias. Haverá menos intensidade e drama, e mais carinho, atenção e companheirismo. Chegareis à conclusão que o propósito das relações, todas as relações, é para “se relacionar” – compartilhar, apoiar e nutrir com o vosso próprio sentido de abundância e plenitude.
Vão procurar por relações que sejam espirituais e baseadas no coração, em vez de serem baseadas no físico e emocional. No paradigma de relações da Velha Terra, as relações eram baseadas na atração física e elos emocionais. Na Nova Terra as relações serão baseadas no coração, nos sentimentos, compaixão, conexão, respeito e suporte mútuo. Nós antevemos muitas relações crescendo entre pessoas de diferentes grupos etários e de diferentes culturas, relacionamentos que serão profundos e significativos, e no entanto não teriam sido considerados possíveis antes por causa das limitações “curtas de vista” do que consideravam ser uma relação no sistema energético da Velha Terra.
Estas relações serão leves e alegres e, portanto capazes de verdadeira profundidade e intimidade porque as pessoas envolvidas estarão mais interessadas nas conexões da alma do que nas conexões dos reinos externos e físicos.
Haverá partilha e dedicação, e mesmo assim ambos os parceiros serão independentes e autoconfiantes. Não poderá haver co-dependência na Nova Terra. O equilíbrio é tão importante. Estes relacionamentos serão equilibrados e amorosos, entre duas pessoas igualmente fortes e dedicadas. Não haverá domínio, nem vítimas, nem dramas e abusos.
Haverá compromisso – compromisso com a relação e com o crescimento mútuo de cada um dos parceiros dentro da relação. E isto será verdadeiro para todas as relações, não apenas as amorosas e românticas. Amizades se tornarão experiências mais profundas e significativas, ao compreenderem que possuem famílias de alma, e que os vossos amigos freqüentemente são relações da alma intima que aqui estão para amá-lo(a) e apoiá-lo(a) no vosso trabalho no planeta. E quando as vossas relações existirem neste novo estado de amor e equilíbrio, então vossa sexualidade também será amorosa e equilibrada. E, mais uma vez os humanos aprenderão a celebrar e usufruir de suas energias sexuais e criativas de maneira vivificante e empolgante. E nós estamos aqui para trabalhar convosco, amar-vos e apoiar-vos à medida que se mudam para este espaço afetuoso e cheio de amor.


Os Hathors


UNIÕES DE ALMAS GÊMEAS: Corpo, Alma e Espírito, na Nova Terra da Quinta Dimensão (mensagem de Arcanjo Miguel)




Mensagem de Arcanjo Miguel, através de Célia Fenn

Meus caros, uma das maiores dádivas da Quinta Dimensão serão os alegres e amorosos relacionamentos que vocês criarão e usufruirão como seres despertos. Quando vocês despertarem para o vosso poder e abrirem os vossos corações, então criarão os mais belos e amorosos relacionamentos de almas gêmeas. Vocês não se fixarão em nada que não seja uma união de almas gêmeas.
Muitos de vocês perguntam "Quem é a minha Alma Gêmea?", especialmente aqueles que ainda estão sós neste momento. E muitos se encontram sós ou esperando para deixar um relacionamento que não mais funciona para eles. Este desconforto é porque estão sendo solicitados a deixar ir os relacionamentos de terceira dimensão e a mudarem-se completamente para as uniões de quinta dimensão.
Nós vos dizemos que vossa alma gêmea não é nenhuma pessoa em particular. Freqüentemente existem muitas pessoas que poderiam oferecer padrões de alma compatíveis com vocês. Neste momento de transformação e "atualização", pode ser oferecida a vocês mais de uma oportunidade de formarem uma ligação de alma gêmea.
A chave é a compatibilidade de alma. Isto é uma compatibilidade energética nas Dimensões Superiores. As pessoas que formam uma ligação de alma gêmea terão almas cujas harmônicas de luz e som combinam o suficiente para haver o potencial para que as duas almas se fundam completamente e formem uma União de Chama Gêmea.
Esta compatibilidade harmônica é sentida como uma profunda atração magnética e harmonia. Vocês saberão quando encontrarem um potencial parceiro de alma gêmea. Vossa alma saberá, e o reconhecimento da alma e do Eu Superior vos será repassado imediatamente. No estado desperto de Quinta-Dimensão, a experiência das vossas almas e as suas escolhas serão sentidas por vocês como vossas próprias escolhas e experiências pois, de fato, todo o objetivo da transformação para a Quinta Dimensão foi para que alinhassem vossos aspectos físicos com os vossos aspectos superiores.
Mas o que vos diremos é que as vossas almas escolhem um par por uma razão, e esta razão é servir um bem maior. Uniões de almas não são definidas pelo ego. Elas não são para a felicidade pessoal do ego, mas sobre como a energia das duas almas pode ser combinada para servir ao bem maior. E neste aspecto de serviço é encontrada a felicidade e a alegria que une os dois no plano material e forma a fundação para a felicidade no mundo físico.
No passado, uma união de alma gêmea podia ser formada para fazer intenso trabalho interno. Nem todas as uniões de almas gêmeas eram felizes, pois o trabalho das duas almas pode ter envolvido o esclarecimento de profundos padrões disfuncionais que fossem comuns a ambos. Mas esse processo foi concluído e completado. Deste ponto em diante, uniões de almas gêmeas são sobre a criação de alegria e felicidade através do serviço. As uniões da Nova Terra serão para servir o planeta num estado de harmonia jubilosa onde os dois tornam-se um em seu comprometimento com seu trabalho como seres de luz no planeta. Isto não significa que precisarão trabalhar juntos fisicamente, mas que suas almas e energias darão apoio uma a outra nos níveis superiores para o bem comum. 

Trazendo para o Físico um Relacionamento de Almas Gêmeas: O Papel do Sexo Sagrado

Quando um relacionamento é estabelecido pelos princípios da alma, a idéia do serviço e da espiritualidade é conduzida através do reino físico ou reino de manifestação. A união física do casal é vista como um ato sagrado no qual as energias do masculino e feminino, ou yin e yang, são trazidas para uma harmonia amorosa e de êxtase.
Isto significa que numa união de alma gêmea, deverá haver uma decisão sobre que tipo de energia será ativada por cada parceiro na relação. Idealmente, o homem ativará a energia Yang do Divino Masculino, ou Deus, e a mulher ativará a energia do Divino Feminino ou Deusa. Sua união será então uma harmônica equilibrada do Yin e do Yang.
Contudo, poderá haver também relacionamentos onde a mulher escolherá ser a energia yang, e o homem solicitará a energia feminina ou Yin. Em uniões homossexuais ou lésbicas, os parceiros deverão decidir quem ativará uma energia em particular a fim de criarem a união das energias Yin e Yang que criarão o caminho para as Dimensões Superiores.
A dificuldade que muitos de vocês estão tendo é a de se ajustarem a estes novos papéis. O parceiro que escolher a energia Feminina precisará render-se à liderança ativa do parceiro que assumir a energia masculina. Isto não é dominação ou controle, mas um ajuste necessário para permitir o fluxo da energia harmônica equilibrada dos Níveis Superiores que cria milagres entre as duas pessoas. Quando o Feminino rende-se à liderança ativa do Masculino, a Ordem Divina é estabelecida. A Graça Divina pode então fluir. Mas, este é um ato de rendição mútua, pois o parceiro masculino precisa render-se ao amor do parceiro feminino, e em troca ambos os parceiros rendem sua vontade à orientação superior.
No presente, muitos de vocês estão resistindo a estes ajustes, porque a vossa experiência tridimensional os levou a resistirem ao que entendem como dominação ou controle, ou manipulação e coerção. Mas, além da disfunção das mentiras tridimensionais encontra-se o reino de equilíbrio e harmonia da quinta-dimensão, onde o masculino e feminino existem em perfeita harmonia e como iguais perfeitos. Não há medo ou raiva neste lugar de equilíbrio, apenas aceitação e amor.
Este equilíbrio perfeito vai-se refletir nas uniões sexuais do casal. Na Nova Terra, o sexo e a sexualidade serão baseados no espírito e serão prazerosas e alegres. Os velhos padrões de abuso e domínio desaparecerão. Os casais aprenderão sobre a energia ou “chi” em relação aos seus corpos e à sua sexualidade. Aprenderão como usar o sexo, não apenas como ferramenta de procriação ou expressão de amor, mas também como uma forma de permanecerem jovens e saudáveis. Os antigos segredos da alquimia sexual tornar-se-ão novamente de conhecimento comum e serão praticados como Sexo Sagrado, o que se tornará parte das uniões de almas gêmeas. 

Abrindo o Caminho para o Espírito e Uniões de Chamas Gêmeas

Quando um casal de almas gêmeas unir-se nesta ligação de corpo e alma, começará a misturar as suas energias da alma. A prática do sexo sagrado lhes permitirá vivenciarem a alegria extática do retorno à Unidade como uma experiência física.
Esta união e mistura de energias do corpo e da alma criarão um vórtex espiral ou caminho para o reino do Espírito e da Fonte. Esta energia será então drenada dos Planos Superiores para ativar e energizar as almas e corpos dos dois parceiros. No mundo antigo, os rituais do casamento sagrado e sexo sagrado eram praticados por sacerdotes e sacerdotisas para assegurar o fluxo de Graça Divina para a comunidade, mantendo o equilíbrio do microcosmo em perfeita ordem. Na Nova Terra, todos os casais unidos pela alma terão a oportunidade de entrarem em "casamentos sagrados" onde aprenderão a unirem as suas energias e trazerem o fluxo da Graça Divina ao Planeta.
Quando a Graça fluir através de um casal de almas gêmeas desta forma, eles terão acesso às mais altas expressões de Divino Amor Incondicional. e poderão tornar-se Chamas Gêmeas. Tornar-se-ão um na energia da Fonte ou Espírito. Seu amor um pelo outro inclui e é refletido pelo Amor Incondicional da Essência Divina. Eles serão então, verdadeiramente, o Deus e Deusa unidos no serviço da Chama do Divino Amor Incondicional e as suas manifestações no Planeta Terra. E, repetimos, isto está disponível para todos que formarem uniões de almas gêmeas na Nova Terra de Quinta-Dimensão. Esta é uma dádiva de grande alegria para a qual vocês todos trabalharam por muitas vidas de dualidade. É a dádiva de Consciência da Unidade em prática. 

Amor Incondicional, Sexo e Espírito : Uma Antiga História Egípcia

Meus caros, ao retornar ao Planeta a sabedoria dos antigos, vocês apreciarão novamente as histórias de sabedoria dos Deuses e Deusas. Trazemos à vossa atenção uma bela história de sabedoria do antigo Egito. Para demonstrar o seu entendimento da importância do sexo sagrado ao serviço da harmônica sagrada do equilíbrio, eles contaram a história de Geb e Nut.
Nut era a mãe do céu, a Cósmica ou Galáctica Deusa Mãe. Geb era o Pai da Terra, e representava o Planeta Terra, que era visto como um homem (uma identificação que novamente começará a se tornar evidente na Nova Terra quando os homens reassumirem o seu papel shamânico ativo). Nesta história, Nut e Geb, ou Terra e Céu, juntavam-se diariamente em união sexual. Desta união, Nut dava a luz ao sol a cada dia, o que trouxe luz a tudo. Portanto, entendia-se que o sexo sagrado trazia luz ao Planeta. Isto cria o equilíbrio sagrado que permite a Graça Divina fluir. E quando a Graça Divina flui, os milagres são criados!
Portanto, meus caros, ao assumirem os papéis do Deus e da Deusa que é o vosso direito como anjos humanos, vocês também serão conduzidos, pelo espírito, a parceiros de alma gêmea potenciais. Se assim o escolherem, poderão então entrar num casamento sagrado que será parte de vosso serviço de trazerem luz para o planeta. É a dádiva de alegria que é oferecida a todos Anjos Humanos de Quinta-Dimensão!

Arcanjo Miguel

O que há debaixo do gelo na Antártida


O continente da Antártida, que se expande por 14 milhões de quilômetros quadrados cobertos de gelo no Pólo Sul, ainda esconde mistérios fascinantes. 
Na história, poucos achados intrigaram tanto os geógrafos quanto a Cordilheira subglacial de Gamburtsev, situada abaixo da superfície de gelo.
Descoberta por exploradores soviéticos nos anos 1950, a Cordilheira de Gamburtsev é exatamente isso: uma cadeia de gigantescas montanhas que se estende por um comprimento de 800 quilômetros, o que a torna comparável aos Alpes, na Europa. 
Não se pode vê-la, na Antártida, porque está soterrada por uma camada de 4 mil metros de neve.
Ao observar todo o gelo que há na superfície, nem todo mundo lembra-se disso, mas a Antártida é uma área primariamente feita de terra firme. 
E a riqueza geológica desse continente chamou a atenção de um grupo internacional de pesquisadores, que decidiram mapear exatamente o relevo que há por baixo de tanta neve.
Munidos de potentes radares cujo sinal penetra no gelo, os cientistas puderam mapear exatamente qual o desenho geográfico do chamado “continente branco”. 
E o resultado, que aparece ilustrado por computação gráfica, é uma maciça sequência de montanhas, lagos e geleiras, muito mais complexas do que se imaginava.
Essa complexidade, segundo os cientistas, tem muito a contar sobre a história geológica da Terra. 
Essa narrativa começa há cerca de 1,1 bilhão de anos, quando grandes porções de terra do planeta se uniram para formar um ex-supercontinente, chamado Rodínia. 
O que aconteceu a seguir foi uma série de dobramentos geológicos, nos quais o pico das montanhas erodia, mas a base das cordilheiras permanecia firme.
Esse processo se repetiu ainda algumas vezes. 
A cada novo dobramento, o ponto mais alto da Antártida (que hoje é a Cordilheira de Gamburtsev) ia ficando um pouco mais elevado. 
A configuração atual, que teria sido originada há cerca de apenas 35 milhões de anos, surgiu com a criação de geleiras, que soterraram paulatinamente a cadeia de montanhas nascida ali.
Esse foi o grande mistério solucionado: até antes dessa pesquisa, não se sabia o motivo de haver montanhas “jovens” instaladas no coração da Antártida. 
Isso ainda está apenas no campo da teoria, mas as providências para comprová-la já foram tomadas: os cientistas planejam um projeto para retirar amostras de rocha de Gamburtsev.
Um mapeamento mais detalhado da região, conforme explicam os pesquisadores, pode fornecer respostas geológicas que a ciência ainda desconhece. 
Para obter essas informações, um batalhão de cientistas está instalado em Gamburtsev, equipado com o melhor que a tecnologia tem a oferecer.


Fonte: [BBC]

NOVA MOEDA, "Dinar de Ouro", pode ter levado OTAN a destruir a Líbia

Entre os possíveis motivos para a OTAN invadir e destruir a Líbia, o de menor credibilidade é o de proteger os civis e os rebeldes da al-Qaeda de um massacre promovido pelo  ditador Muammar Kadhafi, pois já temos imagens suficientes na internet de civis e militares negros sendo massacrados pelos próprios rebeldes que subiram ao poder. 
Eles reinstituirão a Lei Sharia e destruirão os avanços econômicos e sociais conquistados pelo antigo regime. 
Por outro lado, a criação de uma nova moeda poderia ser um bom motivo para devastar a Líbia?

DINAR DE OURO, 144 TONELADAS DE RESERVAS DE OURO, CONFERÊNCIA WORLD MATHABA... veja as razões no vídeo abaixo:





sábado, 26 de novembro de 2011

Um Stonehenge no Saara

O complexo megalítico de Nabta, descoberto no Egito há alguns anos pelo arqueólogo Fred Wendorf, da "Southern Methodist University", converteu-se em um monumento com referências astronômicas mais antiga que se conhece local, situado a oeste do rio Nilo, tem entre 6,000 a 6.500 anos de idade – o mais antigo já conhecido – deixando prá trás 1.000 anos outros monumentos pré-históricos similares como o de Stonehenge.

stonehenge saara thumb Um Stonehenge no Saara
As ruínas extenderam-se em uma área de 2.900 por 1.200 metros, formadas por um círculo de pedras, uma série de estruturas planas de pedras parecida com tumbas e cinco estruturas de megalitos que partem do círculo central. Alguns destes megalitos chegam a ter seis metros de altura

 
O monumento encontra-se dentro do deserto do Saara, na beira de um lago que começou a formar-se há 11.000 anos, quando as chuvas estacionárias se produziam mais ao norte, deixando esta zona mais úmida. 
A confirmação vem de um estudo realizado mediante o sistema GPS de posicionamento por satélite publicado na revista "Nature" de 2 de abril de 1998. 
As ruínas estão em uma área de 2.900 por 1.200 metros, formadas por um círculo de pedras, uma série de estruturas planas de pedras parecida com tumbas e cinco estruturas de megalitos que partem do círculo central. 
Alguns destes megalitos chegam a ter seis metros de altura. 
O círculo central tem um diâmetro de 3,6 metros. 
Existe também um conjunto de quatro pares de louças que, ao apoiar-se uma contra a outra deixam uma fresta onde se pode olhar. 
Dois destes pares tem um alinhamento norte-sul. 
Comparando-se a outro par de louças poderia saber quando começava o solstício de verão, e estabelecer um calendário, ao observar a saída do Sol através deles.
Além do mais, como Nabta está próxima do Trópico de Câncer, durante seis semanas ao redor do solstício, o Sol está justamente no zênite ao meio-dia, e os objetos verticais não fazem sombra. 
O solstício era importante porque pouco depois começava a época das chuvas


Fonte: ArquivoUfo

REPTILIANOS: Lendas sobre Homens Répteis

Em março de 1972, vários moradores de Loveland, Ohio, inclusive dois policiais, todos aterrorizados, disseram ter visto um bípede bizarro com cara de sapo, caixa toráxica inclinada, escamas cor de prata e rugas na cabeça, ao invés de cabelos.
No verão de 1972, no Lago Thetis, Columbia Britânica, um homem réptil emergiu da água para expulsar dois rapazes da praia, um dos quais sofreu lacerações na mão, causada por seis pontas afiadas em cima da cabeça do bicho.
Em agosto de 1955 na cidade de Evansville, Indiana, a sra. Darwin Johnson lutou com um agressor enquanto nadava no Rio Ohio, que logo fugiu, mas deixou uma palma esverdeada impressa em seu joelho e algumas marcas e arranhões, que a levaram a buscar socorro médico.
Reptilóides nas civilizações antigas.
Em um grande número de civilizações antigas, existiram manifestações de fé para figuras com as características dos homens lagarto. O Quetzalcóatl  da civilização Asteca ou o Kukulcan, para os Maias, que em ambos os casos significa "Serpente Emplumada" ou serpente de belas plumas, nos dá um primeiro indício dos répteis como ícones. Também na cultura egípcia encontramos com um Deus réptil ou melhor conhecido como o Deus crocodilo Sobek a quem é atribuído a graça da fertilidade, a vegetação e a vida humana.
No Oriente Médio, existem alguns seres reptilianos que vão desde alguns djinn ou "demônios" a dragões, passando por homens répteis. Esta tradição data de imemoráveis anos. Num dos livros apócrifos supostamente o elo perdido de Jasher ou yashar é descrito como uma raça humana da serpente.
Homens répteis na cultura popular Zulu.
Na atualidade, existe na África a crença popular de que há milhares de anos atrás, desceu do céu uma raça de gente cuja fisionomia era similar à dos homens lagarto. A população Zulu, da África do Sul, transmitiu esta cultura através de suas gerações e ainda na atualidade podemos escutar a história de como estes reptilóides, que podiam mudar sua forma a vontade, tomavam em ocasiões a forma humana. E em alguns casos, os chefes das tribos casavam suas filhas com extraterrestres, com o objetivo de tentar uma raça com poder de reis e chefes de tribo.
Depoimentos sobre aparecimentos de Seres Répteis.
Existem na rede milhares de matérias sobre o legendário homem rã de Loveland na localidade de Ohio, Estados Unidos no ano 1955. Numerosos casos aconteceram desde aquele avistamento, no entanto, o mais célebre sucessor em anos recentes foi a loucura do homem lagarto que dizem ter aparecido em Bishopville na Carolina do Sul em 1988.
Um homem disse que uma besta réptil de sete palmos de altura, de olhos roliços e apêndices de três dedos perseguiu seu carro através de uma estrada rural a 40 milhas por hora. Um grande número de outros avistamentos seguiram-lhe, e os oficiais de policia descobriram várias impressões estranhas na região. Mas como todo grande enigma, ainda não foi dada a resposta fática ao acontecido.



Fonte: ArquivoUfo

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

REPROGRAMAÇÃO SUBLIMINAR A SERVIÇO DOS ILLUMINATIS: Filme "Amanhecer" estaria causando ataques epiléticos em alguns espectadores

Amanhecer
No exterior, algumas pessoas passaram mal na cena em que Bella Swan dá à luz o filho do vampiro Edward Cullen
por Redação (Revista Rolling Stones)
25 de Nov. de 2011 às 12:54
 
O filme A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 1 está sendo acusado de gerar crises epiléticas em alguns espectadores. As informações são do site do jornal britânico The Guardian.
Brandon Gephart, de Roseville, na Califórnia, foi levado às pressas para um hospital local depois de passar mal durante a cena na qual Bella Swan (Kristen Stewart) dá à luz o filho do vampiro Edward Cullen (Robert Pattinson).
"Ele estava em convulsão, bufando, tentando respirar. Fiquei muito assustada", disse a namorada dele, Kelly Bauman, aos repórteres da rede CBS Sacramento.
Em Salt Lake City, no estado americano de Utah, o veículo ABC4 informou que um homem (não identificado) também sofreu uma crise semelhante durante o filme.
"Eu realmente não lembro o que aconteceu depois disso. Acho que apaguei. De acordo com minha esposa, eu estava tremendo e murmurando sons diferentes", disse ele - que não forneceu sua identidade por medo de perder o emprego.
Especialistas afirmam que a cena do parto de Bella é composta por luzes vermelhas, brancas e pretas, que podem provocar episódios de epilepsia fotossensível (distúrbio comum, decorrente de uma falha na capacidade do cérebro para controlar a resposta a estímulos visuais muito intensos).
"A luz atinge o cérebro de uma só vez. O problema com os cinemas é que eles são muito escuros e a luz piscando é como uma luz estroboscópica", disse o Dr. Michael G Chez.


Fonte: http://rollingstone.com.br/noticia/amanhecer-e-acusado-de-causar-ataques-epileticos-em-alguns-espectadores/


NOTA:
Cuidado ao assistirem este filme, recebemos "informações" de que, alem de conter programações subliminares em grande quantidade, o filme traz momentos em que o publico é bombardeado de forma intensa por energias de baixa frequencia vibratória e fica exposto ao ataque de entidades do baixo umbral que aproveitam o momento para promover a implantação de chips etéricos de controle nas pessoas da assistencia.
Assim o que se julga ser "ataques epilépticos" são na verdade possessões por entidades das trevas frutos de reprogramações subliminares contidas no filme a serviço dos illuminatis.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

ARQUEOLOGIA PROIBIDA: Estranhos e Bizarros mistérios arqueológicos estão sendo escondidos de nós, por que?

Anomalias cronológicas estão espalhadas pelo mundo inteiro -- coisas que não poderiam pertencer ao período no qual elas foram encontradas. 
Existem evidências abundantes, bem pesquisadas e bem documentadas de civilização humana, artefatos e tecnologia fora do tempo.
Esta sabedoria proibida está sendo protegida e escondida de todos nós. 
A visão popular atual da presença humana no passado distante é uma fachada falsa.
A verdadeira realidade está lá fora, mostrando prova de povos e tecnologia avançada milhões de anos antes do que é declarado sobre a evolução da humanidade no planeta.
Por que o estabelecimento científico e o governo suprimiram e ignoraram estas notáveis descobertas?
De onde eles vieram? Como chegaram aqui?
Ao estudar a sabedoria proibida nestas páginas, uma verdade completamente nova irá emergir e se tornar evidente para você... a verdade que a terra foi visitada ou habitada por humanos modernos usando tecnologia avançada muito tempo antes do que os livros de história nos dizem hoje.

Muitas descobertas arqueológicas estranhas já foram feitas na história moderna. 
Centenas de artefatos foram descobertos, os quais confundiram cientistas e desafiaram a visão moderna da história. 
Muitos desses objetos foram achados fora de lugar ou anacronismos. 
Estas descobertas são sempre controversas e a comunidade científica é extremamente seletivas no que eles aceitam como fato consumado. 
Cada objeto desta lista tem sido acusado de ser um embuste elaborado. 
Em muitos casos, uma conspiração é a única explicação, sem uma reformulação ampla do mundo e dos livros de história. 
Esses artefatos contam histórias de civilizações antigas, pré-colombianas, contatos trans-oceânicos e misteriosos avanços tecnológicos. 
Muitas dessas descobertas arqueológicas desafiam a teoria científica da evolução, assim como muitas crenças religiosas.

Tabela Geológica.

A tabela acima apresenta a visão científica aceita da evolução neste planeta.
Ela mostra os seres humanos aparecendo na terra cerca de 1.6 milhões de anos atrás, e a civilização humana tendo surgido há apenas 10,000 anos atrás.
No entanto, usando métodos científicos convencionais, várias descobertas demonstram de maneira conclusiva a prova da presença ou visita de humanos modernos no passado da terra, muito antes do que esta linha cronológica indica ser possível.
A prova é chocante!
Ao aprofundar-mos ainda mais no passado através das diferentes eras, você verá que as evidências continuam a aflorar...


A Era Cenozóica:

É a última das quatro maiores eras do período geológico, iniciando cerca de 65 milhões de anos atrás, e se estendendo até o presente. 
Ela sucede o período Cretáceo da era Mesozóica, e é subdividida entre o período Terciário e o período Quaternário. 
As características dos tempos Terciários são estabelecidas em artigos sob os nomes dos vários períodos (épocas) mais curtos que compõem este período; do mais antigo ao mais recente eles são respectivamente: Paleoceno, Eoceno, Oligoceno, Mioceno, e Plioceno. 
A visão científica aceita da evolução na Era Cenozóica mostra os seres humanos aparecendo na Terra cerca de 1.6 milhões de anos atrás, e a civilização humana há apenas 10,000 anos atrás. 
No entanto, as descobertas científicas apresentadas abaixo mostram uma história bem diferente e chocante.

Período Pleistoceno:

Moeda de Cobre de Illinois, mais de 200,000 anos de idade

Moeda de Cobre de Illinois.
Esta versão de um objeto semelhante a uma moeda, de uma perfuração de poço próxima a Lawn Ridge, Illinois, foi encontrada numa profundidade de 37 metros abaixo da superfície. 
De acordo com informações fornecidas pelo Serviço de Inspeção Geológica do Estado de llinois, os sedimentos nos quais a moeda estava contida possuem entre 200,000 e 400,000 anos de idade... quem deixou esta moeda centenas de milhares de anos antes do homem civilizado evoluir?


Esqueleto Humano Moderno da Tanzânia, mais de 800,000 anos de idade

Crânio da Tanzânia.
Em 1913, o Professor Hans Reck, da Universidade de Berlim, conduziu investigações em Olduvai Gorge (Garganta de Olduvai), na Tanzânia, Leste da África, na época, pertencente à Alemanha. 
Durante sua estadia em Olduvai Gorge, Reck encontrou um esqueleto humano anatomicamente moderno que permanece uma fonte de mistério e controvérsia até hoje.
Este crânio moderno é de um esqueleto humano completo encontrado naquele ano. 
Os restos do esqueleto humano, incluindo o crânio inteiro, estavam incrustados na rocha, e tiveram que ser removidos com martelos e talhadeiras.
Ele foi encontrado na parte superior de uma formação rochosa com datação superior a 1,000,000 de anos de idade.
Como este humano moderno veio parar 1,000,000 de anos no passado?

Vênus de Willendorf, mais de 30,000 anos de idade

Vênus de Willendorf.
A Vênus de Willendorf, da Europa, datada em 30,000 anos de idade. 
Quem criou ou deixou este artefato quase 20,000 anos antes da civilização humana aparecer?



Crânio Humano Moderno em Buenos Aires, mais de 1,000,000 de anos de idade

Crânio humano moderno em Buenos Aires.
Em 1896, trabalhadores escavando uma doca seca em Buenos Aires encontraram um crânio humano moderno. 
O estrato Pré-Ensenadeano no qual o crânio de Buenos Aires foi encontrado é de no mínimo 1.0 - 1.5 milhões de anos de idade. 
Mesmo a 1 milhão de anos, a presença de um crânio humano inteiramente moderno em qualquer parte do mundo é altamente anômala. 
Por que, e como este humano moderno chegou em Buenos Aires, mais de 1,000,000 de anos à frente de seu tempo?

 A pilha de Bagdá, mais de 2.000 anos de idade
 
Para que alguém iria querer uma pilha elétrica na Bagdá de 2 mil anos atrás? 
Ainda não se sabe, mas é fato que um instrumento capaz de gerar energia foi encontrado em 1936, numa ruína próxima à capital do Iraque. 
O artefato era uma ânfora de barro contendo um cilindro feito de uma liga de cobre e estanho, com uma barra de ferro suspensa dentro dele. 
O arqueólogo alemão Wilhem Konig percebeu que o objeto estava corroído por uma substância ácida e concluiu que aquilo era uma pilha rudimentar.
Em 1940, o engenheiro americano Willard Gray construiu uma réplica da pilha de Bagdá e, usando uma solução de sulfato de cobre, conseguiu gerar cerca de meio volt de eletricidade. 
Nos anos 70, o egiptólogo alemão Arne Eggebrecht fez a bateria funcionar melhor ainda com um ingrediente abundante na antiga Mesopotâmia: com suco de uva, a pilha produziu 0,87 volt de energia. 
Uma das hipóteses para o uso da pilha é a medicina – os gregos antigos, por exemplo, usavam peixes elétricos como analgésico. Mas a corrente gerada é pequena demais. 
Outra possibilidade é a aplicação da energia para galvanizar metais na ourivesaria. 
A Fuente Magna, mais de 5.500 anos de idade


Uma tigela de pedra, achada na Bolívia, contém inscrições semelhantes às de relíquias mesopotâmicas de 3500 anos antes de Cristo. 
O objeto, batizado de Fuente Magna, pode ser uma incrível descoberta arqueológica – ou uma fraude espetacular.
A Fuente Magna foi encontrada em uma fazenda às margens do Lago Titicaca, a 80 quilômetros de La Paz, capital boliviana. 
Os pesquisadores Bernardo Yacovazzo e Freddy Arce, de uma ONG local, examinaram o objeto e concluíram que ele trazia inscrições em alfabeto cuneiforme e provavelmente era datado do período sumério. 
Eles sustentam que os sumérios podem ter estado nos Andes há milhares de anos, mas essa teoria é considerada um delírio pela imensa maioria da comunidade científica. 
As outras possibilidades são: ou alguém levou uma descoberta arqueológica da Mesopotâmia para a Bolívia ou a Fuente Magna não passa de um artefato forjado.

O mecanismo de Antikythera, mais de 2.000 anos de idade


Descoberto por mergulhadores que pescam esponjas no mar Mediterrâneo em 1900, o mecanismo de Antikythera pode ser o ancestral mais antigo dos computadores. 
O estranho dispositivo é formado por engrenagens de rodas dentadas, semelhantes às de um relógio de ponteiros. 
Ele foi encontrado dentro de um navio naufragado perto da ilha grega de Antikythera há cerca de 2 mil anos. 
Levado ao Museu Nacional de Arqueologia, em Atenas, o mecanismo deixou os cientistas intrigados quanto ao seu emprego. 
Em 1959, o professor Derek Price, da Universidade de Yale concluiu que a engenhoca era uma máquina capaz de prever as posições do Sol e da Lua no zodíaco em uma determinada data. 
Uma análise posterior, porém, revelou que o mecanismo de Antikythera era bem mais complexo do que Price imaginava. 
Michael Wright, curador do Museu de Ciência de Londres, descobriu em 2 000 que a máquina também poderia localizar as posições celestes de Mercúrio e Vênus.
CD de informações, de mais de 12 mil anos de idade
 

 
Eis aqui algo realmente muito significativo,esses discos que se parecem com CDs de musica modernos tem mais de 12 mil anos! 
Esses são apenas dois de mais de 715 encontrados na China numa região chamada de Baiam-Kara-Ula, foram sendo encontrados desde os anos de 1950, eles ao que parece foram usados como parte de algum mecanismo eletrônico desconhecido, eles possuem Hieróglifos impressos, um tipo de escrita totalmente desconhecida na terra, mas após vinte anos graças a ajuda das tribos locais daquela região da China foram decifrados. 
A escrita escondia histórias fantásticas de uma viagem de seres pelo espaço em busca de abrigo, fugindo de uma guerra em seu mundo. 
Até hoje não se conhece a veracidade dos fatos e os CD’s foram recolhidos pelo governo Chinês. 
É amigo… e você aí pensando que Star Wars era só um filme.

O Artefato de Coso, mais de 500.000 anos de idade


O Objeto (Artefato) de Coso,um Fóssil de 500 mil anos! 
Descoberto no dia 13 de Fevereiro do ano de 1961 por Mike Mikesell, Wallace A. Lane e Virginia Maxey em Olacha na California E.U.A (América do Norte) uma região desértica e montanhosa. 
Mas notem que dentro do Fóssil tem uma peça de aparelho Tipo Moderno! 
Se trata de uma peça de alguma maquina que foi perdido há mais de 500 mil anos atrás! 
Esse metal de que é feito o objeto é desconhecido na Terra, tem uma dureza semelhante ao diamante e mesmo depois de décadas não apresentou qualquer sinal de oxidação, não se trata de um objeto feito de Minerais da Terra, segundo estudos apontaram essa peça deve se tratar de algum tipo de “Vela de ignição


Período Plioceno:

Estatuetas de Nampa, Idaho, cerca de 2 milhões de anos de idade

Estatueta de Nampa.
Uma pequena imagem humana moldada habilidosamente em barro foi encontrada em 1889, em Nampa, Idaho. 
A estatueta provinha do nível de 98 metros de profundidade, numa área de escavação de poços datada da idade do Plio-Pleistoceno, cerca de 2 milhões de anos de idade. 
G. F. Wright comentou, "A imagem em questão é feita do mesmo material que as bolas de argila mencionadas, tendo cerca de 4 centímetros de comprimento; e é extraordinária pela perfeição com a qual representa a forma humana... 
Tratava-se de uma figura feminina, e tinha as feições naturais nas partes com acabamento que seriam motivo de honra para os centros clássicos de arte". 
"Ao mostrar o objeto ao professor F. W. Putnam", Wright escreveu, "ele imediatamente voltou a atenção para o caráter das incrustações de ferro sobre a superfície como sendo indicativo de uma relíquia de antiguidade considerável. 
Havia manchas de óxido de ferro vermelho anídrico em áreas protegidas sobre o objeto, as quais não poderiam ter se formado em algum objeto fraudulento." 
Os humanos ainda não haviam evoluído neste planeta dois milhões de anos atrás. 
Portanto, quem criou ou deixou este artefato no passado distante da Terra?

Crânio Humano Moderno encontrado na Itália, mais de 3 - 4 milhões de anos de idade.

Crânio humano moderno encontrado na Itália.
Em fins do verão de 1860, o professor Giuseppe Ragazzoni, geólogo do Instituto Técnico de Bréscia, viajou para Castenedolo, cerca de 10 quilômetros a sudeste de Bréscia, para recolher conchas fósseis nos estratos do Plioceno, expostos numa vala na base de uma colina baixa, o Colle de Vento. 
Aqui ele descobriu este notável crânio humano anatomicamente moderno. 
A camada onde ele foi encontrado foi estabelecida como sendo do período Astiano do Plioceno. 
De acordo com autoridades modernas, o Astiano pertence ao Plioceno Médio, o que daria ao crânio uma idade de 3 - 4 milhões de anos. 
Por que, e como este humano moderno visitou a Itália quase dois milhões de anos antes dos seres humanos caminharem no planeta?

Concha Entalhada de Red Crag, Inglaterra, entre 2.0 e 2.5 milhões de anos de idade.

Concha entalhada de Red Crag.
Em 1881, num relato transmitido à Associação Britânica para o Avanço da Ciência, H. Stopes (Membro da Sociedade Geológica) descreveu uma concha cuja superfície trazia o entalhe de um rosto tosco, mas inconfundivelmente humano. 
A concha entalhada foi encontrada nos depósitos estratificados de Red Crag, parte de Walton Crag, cuja datação indica ser do fim do Plioceno, entre 2 e 2,5 milhões de anos de idade. 
Esta descoberta colocaria seres inteligentes na Inglaterra cerca de 2.0 milhões de anos, e talvez até 2.5 milhões de anos atrás. 
Deve-se ter em mente que segundo a opinião paleantropológica convencional, não se deveria encontrar tais artefatos até a época do homem de Cro-Magnon inteiramente moderno, no Plioceno Superior, cerca de 30,000 anos atrás. 
Que visitante do passado da Terra entalhou e deixou esta concha?

Período Eoceno:

Bola de Giz perto de Laon, França, 45 - 55 milhões de anos de idade.

Bola de giz, França.
Na edição de abril de 1862 da The Geologist, constava uma tradução para o inglês de um intrigante relato de Maximilien Melleville, vice-presidente da Sociedade Acadêmica de Laon, França. 
Esta bola de giz foi descoberta num estrato de linhita do Eoceno Inferior. 
Com base em sua posição estatigráfica, se pode lhe atribuir uma data remontando entre 45 - 55 milhões de anos atrás. 
Para Melleville, não havia possibilidade da bola ser um forjamento: Ela é de fato permeada em mais de quatro quintos de sua altura por uma cor betuminosa escura, que se funde em direção ao topo num círculo amarelo, o que decerto se deve ao contato com a linhita na qual estivera tanto tempo imersa.
A parte superior que estava em contato com o lençol de conchas, pelo contrário, preservou sua cor natural -- o branco opaco do giz [...]
Quanto à rocha em que foi encontrada, posso afirmar ser ela perfeitamente virgem, sem apresentar vestígios de qualquer exploração antiga. 
Extraordinário quanto possa parecer àqueles afeiçoados à visão evolutiva padrão, a evidência associada a esta descoberta sugere que, se humanos fizeram esta bola, eles deviam estar na França 45 - 55 milhões de anos atrás. 
Quem fez e deixou este artefato, criado pelo homem, em nosso passado longínquo anterior à evolução humana... anterior até mesmo aos mamíferos herbívoros e carnívoros caminharem pelo planeta?

Pilão e Mão de Almofariz na Califórnia, superior à 55 milhões de anos de idade.

Pilão e mão de almofariz, Califórnia.
Em 1877, o Sr. J. H. Neale era superintendente da Montezuma Tunnel Company, e supervisionava o túnel Montezuma, que dava no cascalho subjacente à lava de Table Mountain, no condado de Tuolumne... 
A uma distância entre 460 e 490 metros da boca do túnel, ou entre 65 e 98 metros além da margem da lava sólida, o Sr. Neale viu diversas pontas de lança de uma espécie de rocha escura, e com cerca de 30 centímetros de comprimento. 
Continuando com a exploração, ele próprio encontrou um pequeno gral de 8 ou 10 centímetros de diâmetro e de formato irregular. 
Isso foi descoberto a uma distância de 30 ou 60 centímetros das pontas de lança. 
Em seguida, ele encontrou uma grande e bem delineada mão de almofariz e próxima de um gral grande e bem regular. 
Todas estas relíquias foram encontradas na mesma tarde, próximas ao leito de rocha a uma distância de 70 centímetros umas das outras. 
O Sr. Neale declara ser totalmente impossível que estas relíquias possam ter chegado à posição em que foram encontradas de outro modo, excetuando-se à época em que o cascalho sedimentou-se e antes da formação do lençol de lava. 
Não havia o menor vestígio de qualquer perturbação da massa ou de qualquer fissura natural nela cujo acesso pudesse ter sido obtido ou por ali, ou pela vizinhança. 
A posição dos artefatos no cascalho próximo ao leito de rocha em Tuolumne, Table Mountain, indica que eles tinham de 33 a 55 milhões de anos de idade. 
Mamíferos herbívoros e carnívoros ainda não tinham nem evoluído no planeta nessa época.
Então, quem trouxe e deixou estes artefatos na Califórnia quase 50 milhões de anos atrás?

Pedra de estilingue de Bramford, Inglaterra, 5 - 50 milhões de anos de idade.

Pedra de estilingue de Bramford, Inglaterra.
Esta pedra de estilingue é da camada inferior de detritos de Red Crag, em Bramford, Inglaterra. 
No mínimo, da idade do Plioceno, a pedra tem ao menos 5 milhões, e possivelmente até 50 milhões de anos de idade. 
Sob a análise era óbvio que a pedra havia sido esculpida pela mão do homem.... 
A superfície inteira... foi raspada com uma pederneira, de tal modo que ela foi coberta por uma série de facetas que correm de maneira bem regular de ponta a ponta.... 
A raspagem descrita acima cobre a superfície inteira do objeto e penetra nas suas irregularidades. 
Permanece que o objeto é inteiramente artificial... no entanto, deixado numa época milhões de anos antes dos humanos sequer terem evoluído na Terra.


Era mesozóica:

A Era Mesozóica é uma das maiores divisões da história geológica, sucedendo a era Paleozóica e precedendo a era Cenozóica. 
Com uma duração que vai de aproximadamente 240 milhões até 65 milhões de anos atrás, a era Mesozóica pode ser caracterizada como a Idade dos Répteis, porque foi nesta época que eles tiveram o seu maior desenvolvimento. 
Os primeiros pássaros e mamíferos e as primeiras plantas com flores também apareceram nesta época. 
A era Mesozóica é dividida em três períodos: o Triássico, Jurássico, e Cretáceo.
Ao voltar-mos no tempo, entramos num período da Era Mesozóica que começou com o surgimento dos primeiros dinossauros na terra e terminando com o desenvolvimento das plantas com flores. 
Os humanos não apareceriam por pelo menos outros 136 milhões de anos. 
No entanto, as descobertas científicas apresentadas abaixo sugerem que civilizações estavam visitando o passado da Terra e caminhando numa época em que os dinossauros andavam pelo planeta.

Período Cretáceo:

Tubo Metálico em Saint-Jean de Livet, França, superior a 65 milhões de anos de idade.

  
Y. Druet e H. Salfati anunciaram em 1968 a descoberta de tubos metálicos semi-ovóides, de formatos idênticos, mas tamanhos diferentes, no calcário Cretáceo. 
O leito calcário, exposto numa escavação em Saint-Jean de Livet, na França, é avaliado como tendo pelo menos 65 milhões de anos de idade. 
Tendo considerado e eliminado várias hipóteses, Druet e Salfati concluíram que seres inteligentes viveram 65 milhões de anos atrás. 
Quem trouxe e deixou estes tubos metálicos na França mais de 65 milhões de anos antes do aparecimento do primeiro ser humano?

Dedo Humano Fossilizado, de mais de 110 milhões de anos de idade


Dedo Humano fossilizado de mais de 110 Milhões de anos. 
No meio da era dos Dinossauros alguém perdeu o dedo… 
Esse Fóssil foi achado em Axel Heiberg uma Ilha no Ártico Canadense (América do Norte). 
Ele está exposto no “Evidencias Museum” naquele país.
Note que ele é exatamente como um dedo humano do nosso estágio de evolução.



Período Triássico:

Sola de Sapato de Nevada, datada em 213 – 248 milhões de anos atrás.

 Sola de sapato, Nevada.
Em 8 de outubro de 1922, o caderno American Weekly do jornal New York Sunday American publicou um artigo de destaque intitulado “Mistério da ‘sola de sapato’ petrificada”, pelo Dr. W. H. Ballou. 
Ballou escreveu: Algum tempo atrás, enquanto explorava fósseis em Nevada, John T. Reid, destacado engenheiro de minas e geólogo, parou de repente e olhou para baixo em total perplexidade e espanto para uma rocha perto de seus pés. 
Pois ali, numa parte da própria rocha, estava o que parecia ser uma pegada humana! 
Uma inspeção mais rigorosa mostrou que aquela não era a marca de um pé nu, mas que era, aparentemente, uma sola de sapato que se transformara em pedra. 
A parte dianteira estava faltando. 
Mas havia o delineamento de pelo menos dois terços dela, e em volta deste delineamento passava um fio costurado e bem definido que tinha, segundo parecia, colado o debrum à sola. 
A seguir havia outra linha de costura e, no centro, onde teria pousado o pé se o objeto tivesse sido mesmo uma sola de sapato, havia uma reentrância, exatamente como teria sido feita pelo osso do calcanhar esfregando e desgastando o material com que a sola havia sido feita. 
Reid entrou em contato com um microfotógrafo e um químico analítico do Instituto Rockefeller, que tirou fotos e fez análises do espécime. 
As análises eliminaram quaisquer dúvidas quanto ao fato da sola de sapato ter estado sujeita à fossilização Triássica… 
As ampliações microfotográficas são vinte vezes maiores do que o próprio espécime, mostrando os mais diminutos detalhes da torção e urdidura do fio, e provando, de forma conclusiva, que a sola de sapato não é uma semelhança, mas estritamente o trabalho manual do homem.
Mesmo a olho nu, podem ser vistos distintamente os fios e os delineamentos de perfeita simetria da sola de sapato. 
Dentro desta borda e em sentido paralelo a ela, está uma linha que parece ser regularmente perfurada como que por pontos. 
A rocha Triássica portadora da sola de sapato fóssil é hoje reconhecida como sendo datada em 213 a 248 milhões de anos de idade. 
Um sapato obviamente moderno, completo com costura, e gravado no tempo numa rocha Triássica antiga. 
Que visitante moderno estava caminhando em nosso passado distante mais de 210 milhões de anos atrás antes da época dos dinossauros?


A Era Paleozóica:

É a maior divisão do tempo geológico, precedida pela Era Pré-Cambriana e seguida pela Era Mesozóica, e incluindo os períodos Cambriano, Ordoviciano, Siluriano, Devoniano, Carbonífero, e Permiano. 
A Era Paleozóica começou cerca de 570 milhões de anos atrás e terminou cerca de 240 milhões de anos atrás.
Ao aprofundar-mos no tempo, entramos num período da Era Paleozóica em que a vida estava evoluindo de formas primitivas, flutuadores errantes multicelulares no oceano, para grupos avançados em terra. 
As formas mais avançadas no final deste período eram anfíbios, insetos, florestas de pteridófitas, e pequenos répteis. 
Os humanos não surgiriam por aproximadamente outros 300 milhões de anos. 
No entanto, as descobertas científicas abaixo sugerem novamente de forma mais acentuada que humanos modernos com tecnologia avançada estavam visitando o passado da Terra e andando numa época em que as primeiras formas de vida começavam a aparecer no nosso planeta.


Período Carbonífero:

Cordão de Ouro na Inglaterra, entre 320 – 360 milhões de anos de idade.

Em 22 de junho de 1844, esta curiosa notícia foi publicada no London Times: “Poucos dias atrás, enquanto alguns operários trabalhavam para extrair uma rocha próxima ao Tweed, cerca de 400 metros abaixo do moinho de Rutherford, foi descoberto um cordão de ouro incrustado na pedra a uma profundidade de 2,4 metros.” 
O Dr. A. W. Medd, do Instituto Britânico de Pesquisas Geológicas, escreveu em 1985 que esta pedra é da era do Carbonífero Primitivo, com idade entre 320 e 360 milhões de anos. 
Quem deixou cair este cordão de ouro nas antigas florestas pteridófitas, num passado distante quando as formas mais avançadas de vida no planeta eram anfíbios e insetos?
 
Corrente de Ouro de Morrisonville, Illinois, 260 – 320 milhões de anos de idade.

Em 11 de junho de 1891, o The Morrisonville Times noticiou: “Uma curiosa descoberta foi trazida à luz na última terça-feira de manhã pela Sra. S. W. Culp. 
Enquanto quebrava um pedaço de carvão para colocá-lo num balde, ela descobriu, ao despedaçar o carvão, uma pequena corrente de ouro, incrustada em forma circular, com cerca de 25 centímetros de comprimento, de artesanato antigo e singular. 
A princípio, a Sra. Culp pensou que a corrente tinha caído por acaso no carvão, mas, ao tentar erguê-la, a idéia dela ter caído ali recentemente se tornou de imediato falaciosa, pois, quando o pedaço de carvão se quebrou, ele separou-se quase que na metade, e a posição circular da corrente colocou as duas extremidades próximas uma da outra, e quando o carvão se separou, o meio da corrente afrouxou-se enquanto cada extremidade permaneceu presa ao carvão. 
O pedaço de carvão do qual foi extraída esta corrente provém provavelmente das minas Taylorville ou Pana (sul de lllinois) e quase tira o fôlego pelo mistério de se pensar por quantas longas eras a terra vem formando estratos após estratos que ocultaram da visão as correntes douradas. 
A corrente era de ouro de 8 quilates e pesava 9 gramas.” Segundo o Instituto de Pesquisas Geológicas do Estado de Illinois, o carvão em que foi encontrada a corrente de ouro tem de 260 a 320 milhões de anos. 
Isto levanta a possibilidade de seres humanos culturalmente avançados terem estado presentes ou visitando a América do Norte durante aquela época. 
Como esta corrente de ouro veio parar no passado distante da Terra mais de um quarto de bilhão de anos antes dos humanos terem surgido?

Pedra Entalhada perto de Webster, Iowa, 260 – 320 milhões de anos de idade.

A edição de 2 de abril de 1897 do Daily News de Omaha, Nebraska, trazia um artigo intitulado “Pedra Entalhada Enterrada em Mina”, que descrevia um objeto de uma mina perto de Webster City, Iowa. 
O artigo declarava: 
“Hoje, enquanto extraía carvão na mina de carvão de Lehigh, a uma profundidade de 42 metros, um dos mineiros deparou com um pedaço de rocha que o intrigou, não sendo ele capaz de explicar a presença dela no fundo da mina.” 
A pedra é de cor cinza escura e tem cerca de 60 centímetros de comprimento, 30 centímetros de largura e 10 centímetros de espessura. 
Sobre a superfície da pedra, que é muito dura, existem linhas desenhadas em ângulos que formam diamantes perfeitos. 
O centro de cada diamante é um rosto bem feito de um homem velho com uma reentrância peculiar na testa, que aparece em cada uma das imagens, todos sendo extraordinariamente parecidos. 
Dos rostos, todos, exceto dois, estão olhando para a direita. Quem entalhou e deixou esta pedra no passado distante da terra?

Xícara de Ferro da Mina de Carvão em Oklahoma, 312 milhões de anos de idade.

Em 27 de Novembro de 1948 o seguinte comentário foi feito por Frank J. Kenwood, em Sulphur Springs, Arkansas: 
“Enquanto eu trabalhava na Estação Elétrica Municipal em Thomas, Oklahoma, em 1912, deparei com um naco sólido de carvão que era grande demais para ser usado. 
Quebrei-o com uma marreta. 
Esta peça de ferro caiu do centro, deixando a impressão do seu molde no pedaço de carvão. 
Stall (um empregado da companhia) testemunhou a quebra do carvão e viu a xícara cair. 
Eu investiguei a fonte do carvão e descobri ser ele oriundo das Minas Wilburton, em Oklahoma”.
Segundo Robert O. Fay, do Instituto de Pesquisas Geológicas de Oklahoma, a mina de carvão Wilburton tem cerca de 312 milhões de anos. 
Que civilização avançada ou visitante estava criando ou usando potes de ferro em nosso passado, mais de 300 milhões de anos atrás?
 
Parede de Blocos numa Mina em Oklahoma, pelo menos 286 milhões de anos de idade.

W. W. McCormick, de Abilene, Texas, registrou o relato de seu avô de uma parede de blocos de pedra que foi encontrada no fundo de uma mina de carvão: 
"No ano de 1928, eu, Atlas Almon Mathis, trabalhava na mina de carvão número 5, localizada a 3 quilômetros ao norte de Heavener, Oklahoma. 
Esta era uma mina de poço, e nos disseram que ela tinha 3 quilômetros de profundidade. 
A mina era tão profunda que descíamos nela de elevador … 
Bombeavam ar para nós lá embaixo, de tão profunda que ela era". 
Certa noite, Mathis estava dinamitando carvão com explosivos no “recinto 24″ desta mina. 
“Na manhã seguinte”, disse Mathis, “havia diversos blocos de concreto estirados no recinto. Estes blocos eram cubos de 30 centímetros e eram tão lisos e polidos por fora que todos os seis lados podiam ser usados como espelhos. 
Todavia, estavam cheios de cascalho, porque lasquei um deles com minha picareta, e era concreto maciço por dentro.” 
Mathis acrescentou: “Quando eu começava a colocar vigas de madeira no recinto, ele desmoronou, e eu escapei por pouco. 
Quando regressei após o desmoronamento, vi que ficara exposta uma parede sólida desses blocos polidos. 
Cerca de 90 a 140 metros mais abaixo do nosso núcleo de ar, outro mineiro deparou com esta mesma parede, ou outra muito parecida.” 
O carvão na mina era do Carbonífero, o que significaria que a parede tinha pelo menos 286 milhões de anos de idade. 
Segundo Mathis, os funcionários da empresa de mineração imediatamente tiraram os homens da mina e proibiram eles de falar sobre o que haviam visto. 
Mathis disse que os mineiros de Wilburton também contaram sobre a descoberta de “um bloco sólido de prata na forma de um barril… com as marcas das aduelas nele” numa área do carvão datada entre 280 e 320 milhões de anos atrás. 
Que civilização avançada construiu esta parede?… 
Por que a verdade, como em tantos outros casos, foi protegida e escondida?… 
Qual a verdade sobre a presença de visitantes humanos modernos e tecnologia moderna em nosso passado?

Hieróglifos numa Mina de Carvão em Ohio, 260 milhões de anos de idade.

Foi relatado que James Parsons e seus dois filhos exumaram uma parede de ardósia numa mina de carvão em Hammondville, Ohio, em 1868. 
Era uma parede grande e lisa, revelada quando uma grande massa de carvão destacou-se dela, e em sua superfície, entalhadas em alto-relevo, havia diversas linhas de hieróglifos. 
Quem entalhou estes hieróglifos mais de 250 milhões de anos antes dos humanos caminharem pela terra?

Martelo de Kingoodie, com mais de 340 milhões de anos de idade


Fóssil de Martelo com 400 milhões de anos! 
Quem estava usando um martelo há mais de 340 milhões de anos antes dos dinossauros surgirem? 
O instrumento descoberto em MyInfield na Escócia pelo Físico David Brewster em 1844 ficou conhecido como Martelo de Kingoodie.


Período Devoniano:

Prego em Arenito Devoniano, entre 360 e 408 milhões de anos de idade.

Em 1844, Sir David Brewster relatou a descoberta de um prego firmemente incrustado num bloco de arenito da Pedreira Kingoodie (Mylnfield), na Escócia. 
O Dr. A. W. Medd, do Instituto Britânico de Pesquisas Geológicas, indicou recentemente que este arenito é da “idade Inferior do Antigo Arenito Vermelho” (Devoniano, entre 360 e 408 milhões de anos de idade). 
Em seu relatório à Associação Britânica para o Avanço da Ciência, Brewster declarou: “O bloco em particular no qual o prego foi encontrado tinha 23 centímetros de espessura, e no processo de preparar o bloco bruto para polimento, a ponta do prego foi encontrada projetando-se cerca de 1,5 centímetros (bastante corroída pela ferrugem) para dentro do ’till’ (argila depositada por geleiras), e o restante do prego jazendo ao longo da superfície da pedra numa extensão de 2,5 centímetros até a cabeça, que penetrava o corpo da pedra.” 
O fato da cabeça do prego estar enterrada no bloco de arenito pareceria descartar a possibilidade do prego ter sido martelado no bloco após este ter sido extraído. 
Esta era uma época em que os anfíbios e insetos eram as únicas formas de vida dominantes no nosso planeta. 
Então quem derrubou este prego que acabou sendo preservado em pedra numa época há mais de 350 milhões de anos antes dos humanos aparecerem?


Período Cambriano:

Impressão de Sapato no Xisto de Utah, 505 a 590 milhões de anos de idade.


Impressão de sapato antiga, em Utah.
Em 1968, William J. Meister, desenhista e colecionador amador de trilobita, registrou a descoberta de uma impressão de sapato em Wheeler Shale, perto de Antelope Spring, Utah. 
Esta reentrância em forma de sapato e seu feitio foram revelados quando Meister abriu um bloco de argila xistosa. 
Claramente visíveis dentro da impressão, estavam os restos de trilobitas, artrópodes marinhos extintos. 
A argila xistosa portadora da impressão e dos fósseis de trilobita é do Período Cambriano, e deste modo, teria de 505 a 590 milhões de anos de idade. 
Meister descreveu a antiga impressão em forma de sapato num artigo publicado na Creation Research Society Quarterly: 
"A impressão do calcanhar estava afundada na rocha cerca de um quarto de centímetro a mais do que a sola. 
A pegada era nitidamente aquela do pé direito, porque a sandália estava bem gasta do lado direito do calcanhar de forma característica."
Nesta época da história do nosso planeta não havia planta ou vida animal em terra, mesmo os mais antigos tipos de peixes nadando nos oceanos não haviam evoluído. 
Deve ter sido uma paisagem estéril que este visitante do passado viu ao caminhar pela terra. Como ele chegou numa época tão distante do nosso passado?


Período Pré-Cambriano:

Vaso Metálico em Rocha Pré-Cambriana, mais de 600 milhões de anos de idade.

O seguinte relatório, intitulado “Relíquia de uma Era Antiga”, foi publicado na revista Scientific American (5 de junho de 1852):
"Poucos dias atrás, foi dinamitada a rocha em Meeting House Hill, em Dorchester, uns 15 metros ao sul da casa de reuniões do Reverendo Hall. 
A explosão lançou uma imensa massa de rocha, com alguns dos pedaços pesando algumas toneladas, e espalhou fragmentos em todas as direções. 
Entre esses fragmentos foi encontrado um vaso metálico em duas partes, separadas pela explosão.
Ao juntar as duas partes, formou-se um vaso campanular, com 12,7 centímetros de altura, 17,7 centímetros na base, 7,6 centímetros no topo, e cerca de 0,3 centímetros de espessura. 
O corpo deste vaso tem cor parecida com a do zinco, ou de um metal composto, havendo nele uma considerável porção de prata. 
Na lateral há seis figuras de uma flor, ou buquê, com uma bela decoração em pura prata, e contornando a parte inferior do vaso há uma vinha, ou grinalda, também com decoração em prata. 
A gravação, o entalhe, e a decoração, são feitos com o requinte da arte de algum hábil artesão. 
Este vaso curioso e desconhecido foi extraído pela dinamitação da massa sólida de pedra, 4,5 metros abaixo da superfície. 
Segundo um recente mapa norte-americano de levantamento geológico da área de Boston-Dorchester, a massa de pedra, hoje chamada o conglomerado de Roxbury, é de idade Pré-cambriana, com mais de 600 milhões de anos."
Pelos relatos convencionais, a vida apenas começava a se formar neste planeta durante o Pré-Cambriano. 
Contudo, a julgar pelo vaso de Dorchester, temos evidência indicando a presença de artesãos em metal na América do Norte mais de 600 milhões de anos antes de Leif Erikson. Nesta época da história do nosso planeta não havia vida em terra, vegetal ou animal. 
As formas de vida mais avançadas nesta época estéril da história do nosso planeta eram algas simples, flutuando nos oceanos. 
No entanto, de algum modo esta bela peça de arte foi trazida e deixada para trás e finalmente enterrada e preservada na rocha antiga.

Esfera Sulcada da África do Sul, 2.8 bilhões de anos de idade.

Esfera encontrada em estrato Pré-Cambriano, África do Sul.
Nas últimas décadas, mineiros sul-africanos encontraram centenas de esferas metálicas, e pelo menos uma delas tem três sulcos paralelos girando em torno de seu equador. 
As esferas são de dois tipos ­ “uma de metal sólido azulado com manchas brancas, e outra que é uma bola oca recheada com um centro esponjoso branco”. 
Roelf Marx, curador do museu de Klerksdorp, África do Sul, onde estão guardadas algumas das esferas, disse: 
“As esferas são um mistério completo. 
Elas parecem feitas pelo homem, todavia, na época da história da Terra em que vieram descansar nesta rocha, não existia vida inteligente. 
Os globos são encontrados em pirofilita, que é extraída perto da pequena cidade de Ottosdal, no Transvaal Ocidental. 
Esta pirofilita é um mineral secundário bastante macio, com uma contagem de apenas três na escala de Mohs, e foi formada por sedimentação cerca de 2,8 bilhões de anos atrás. 
Porém, os globos são muito duros e não podem ser arranhados, nem sequer com aço”. 
A esfera com os três sulcos paralelos a contornando são perfeitos demais para serem qualquer outra coisa senão feitos pelo homem. 
O depósito mineral Pré-cambriano onde os globos foram encontrados é datado em pelo menos 2.8 bilhões de anos de idade. 
Nesta época, células microscópicas simples eram as únicas coisas vivas na terra – mas isto obviamente não é verdade. 
Quem criou ou deixou para trás estas esferas magníficas? 
Obviamente feitas pelo homem, e mais resistentes do que aço. 
Qual era a finalidade delas para as pessoas que visitaram e deixaram elas perdidas no tempo?

Crânio com chifres

Sayre é um distrito localizado no condado de Bradford, Pensilvânia, há 59 quilômetros a noroeste de Scranton. 
Durante a década de 1880 um grande túmulo foi descoberto em Sayre. 
Foi noticiado que um grupo de americanos descobriu vários crânios humanos e estranhos ossos. 
Os esqueletos pertenciam a homens anatomicamente normais, com exceção das projeções ósseas localizadas a cerca de dois centímetros acima das sobrancelhas. 
Cientistas estimam que os corpos tenham sido enterrados por volta do ano 1200 A.C.
A descoberta arqueológica foi feita por um grupo respeitável de antiquários, incluindo o Dr. GP Donehoo, do estado da Pensilvânia, dignitário da Igreja Presbiteriana; AB Skinner, do Museu Americano de Instrução e WKMorehead, da Phillips Academy, Andover, Massachusetts.
Não era a primeira vez que crânios com chifres haviam sido desenterrados na América do Norte. 
Durante o século XIX, crânios semelhantes foram descobertos perto de Wellsville, em New York, e também numa vila de mineração em El Paso, no Texas. 
De acordo com relatos históricos, os ossos foram alegadamente enviados para o American Museum na Filadélfia. 
Contudo, os artefatos teriam sido roubados e nunca mais foram vistos.
Ao aprofundar-mos ainda mais no passado através das diferentes eras, você verá que as evidências continuam a aflorar…


Mais informações podem ser encontradas no livro A História Secreta da Raça Humana, por Michael Cremo e Richard Thompson