Arquivo Geral de Publicações do Blog

Postagens Recentes

Postagens Recentes

Barra de Vídeos - Tema Selecionados

Loading...

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

ALERTA GERAL: Governo americano será FECHADO e pode pedir FALÊNCIA, Operação “BlackOut” - Atentado de Falsa Bandeira - 1º de outubro (Nada tem a ver com ISON)

 [Imagem: femausoctober.jpg]

Governo americano será fechado antes de 1º de Outubro

Qual seria o verdadeiro motivo disso?
O governo dos Estados Unidos pode ser "desligado" em uma semana - alertou a Casa dos Representantes, casa baixa do Congresso norte-americano. Caso os deputados e senadores não encontrem um consenso sobre orçamento até o final da segunda-feira (30), o governo perderá funções básicas.


EUA podem entrar em falência em 17 de outubro

Os Estados Unidos poderão ficar à beira da falência já em 17 de outubro, caso não aprovem urgentemente uma lei para elevar o teto da dívida nacional, afirmou o secretário do Tesouro dos EUA, Jacob Lew, em uma carta destinada aos líderes do Congresso dos EUA.
Segundo ele, desta vez, as consequências para os Estados Unidos serão mais graves do que em 2011, quando uma situação similar causou a queda de seu rating de crédito.
Lew especificou que, daí a três semanas, o Tesouro do Estado terá apenas $30 bilhões, enquanto as obrigações financeiras dos Estados Unidos durante este período podem dobrar este montante.

Fontes: http://www.infomoney.com.br/ , [url] http://politicalticker.blogs.cnn.com e Voz da Rússia[/url]

A Forca Aérea dos EUA fechara seu Sistema de Monitoramento do Espaço Aéreo responsável pelo monitoramento de satélites e "outros objetos" no dia 1º de outubro.

A Forca Aérea dos EUA fechara seu Sistema de Monitoramento do Espaço Aéreo responsável pelo monitoramento de satélites e "outros objetos" no dia 1 de outubro. Os cortes automáticos do Congresso Americano (nota: os cortes nao tem nada a ver com isso) conhecidos como "seqüestro" estão sendo alegados como a causa da paralisação, conforme anuncio na segunda-feira.
A desativação do sistema a partir do dia 1 de outubro poupara ao Comando Espacial da Forca Aérea $14 milhões anualmente, a começar pelo ano de 2014.
O Sistema de Monitoramento possui o apelido de "Muralha Espacial" por transmitir uma "muralha" de energia de radar verticalmente pelo espaço, sendo capaz de detectar o cruzamento inesperado de qualquer objeto.
(…)
O sistema será descontinuado a partir do dia primeiro de outubro em uma serie de 3 transmissores e seis receptores localizados em diferentes pontos no sul dos EUA. Atualmente o sistema é operado pela Five Rivers Services, em Colorado.

FEMA se preparando e mobilizando pessoas, médicos, engenheiros...

Ela está preparando para convocar 100 mil médicos e implantar 1.000 abrigos
Detalhes Parciais:
° 100.000 calças e camisas cirúrgicas. (Deve entregar 50 mil, com 48 horas de antecedência).
° 100.000 camisas e calças. (Deve entregar 50 mil, com 48 horas de antecedência).
° 1.000 abrigos cada um com 100 pessoas, com chuveiros e banheiros móveis de apoio (2000 total de chuveiros).
° Combustível suficiente, recipientes quentes, entrega de comida, artigos diversos, equipamentos de previsão, equipamentos de higiene.
° 6.000.000 de cobertores de algodão autoclaváveis e assim por diante.
° 8,1 milhões de litros de água potável engarrafada e 3 milhões de litros de água potável de vida útil.

Vídeo: FEMA se preparando para um desastre em outubro



Eu não sei se são legítimas todas as reivindicações que são feitas, mas é interessante notar que este vídeo foi publicado em 18 de agosto, que é a Síria antes do fiasco. Síria foi palco no dia 21 de agosto, com os ataques de gás. Quando você toma este vídeo em conjunto com os ataques com gás e os relatórios de movimentação de armas nucleares em situação irregular ...
Quanto você quer apostar que veremos um grande ataque "terrorista" ocorrer na primeira semana de outubro? Ou isso, ou eles vão explodir a Síria na primeira semana de outubro e ou estão planejando para ataques de retaliação.
A dívida nacional foi congelada por um tempo agora e as impressoras de dinheiro estão a esgotar-se de truquespara esconder a sua fraude do mundo. Eu acho que eles vão fazer algo incrivelmente estúpido como um último esforço para manter o controle sobre seu império moribundo.

Alerta: EUA se Preparando Secretamente Para uma Mega Catástrofe, Entre Setembro e Outubro 2013!!


[Imagem: fema+desastres+usa+tsunamis+maremoto+ter...97x354.jpg]

Continua a FEMA em grande movimentação nos Estados Unidos, ninguém sabe o porque da compra de tantos alimentos e muito menos da compra de caixões para colocar corpos. A movimentação é tanta que os USA já não conseguem mais manter em segredo a notícia se espalha pela internet que algo desastroso esta por vir e de grandes proporções entre setembro e outubro 2013.

Operação “BlackOut” - Falsa bandeira - 1º de outubro

O próximo auto-atentado terrorista do lobby judaico-sionista (AIPAC) nos EUA poderá ser no dia 1 de Outubro de 2013. O motivo para desconfiar disto são as recentes notícias sobre evento solar Carrington e um site com contagem regressiva de um suposto grupo de “hackers sírios” (SEA – Syrian Electronic Army) que termina justamente nesta data. O site é o http://www.opblackout.com/ quem tiver dificuldades em acessar sugiro que use um web proxy.


[Imagem: I4oRaCi.png]

Para quem não lembra, recentemente o Twitter, New York Times e Washington Post sofreram ataques que foram reinvidicados pelo grupo SEA(Syrian Electronic Army) e agora este mesmo grupo publicou um site avisando que a operação “BlackOut” será realizada no dia 1 de Outubro.
Quem está por dentro das últimas notícias publicadas em relação à Síria já sabe que o que o verdadeiro motivo por trás dos ataques à este país é o gás e gasoduto que o eixo sionista tanto deseja pilhar.
EUA, Israel e Europa querem o gás e o gasoduto da Síria
Óbviamente, o SEA não pertence à sírios, muito provávelmente sejam crackers que trabalham para o United States Cyber Command, NSA, Mossad e CIA para perpetrar ataques e atribuí-los à vítima a ser atacada. Como não conseguiram apoio popular para iniciar um ataque à Síria eles podem usar o plano B, auto-atentados terroristas no estilo 11/set para chocar a população e em seguida jogar toneladas de mentiras na mídia com o intuito de convencer a comunidade internacional de que a Síria é o agressor.
Veterano do Corpo de Marines dos Estados Unidos: “A verdade por trás do 9/11 aniquilaría Israel“
Outra possibilidade seria lançar um missíl nuclear na atmosfera terrestre para causar um pulso eletromagnético (PEM) sobre os EUA, deixando o país às escuras, em seguida a mídia diria que o ocorrido foi devido à um evento solar Carrington. Ou seja, eles possuem dois planos terroristas na manga, um auto-atentado atribuído ao SEA ou uma detonação nuclear para apontar o Sol como o culpado.
Portanto, se no dia 1 de Outubro ocorrer um ataque à rede elétrica dos EUA e a população estadunidense ficar sem energia saberemos que o plano não saiu da Síria e nem do Irã, será mais um ato de terror dos sionistas de Israel e dos EUA para iniciar a tão desejada 3ª Guerra Mundial.
O objetivo deste artigo não é profetizar data, mas demonstrar como é possível descobrir os verdadeiros autores dos atentados terroristas que levam à guerras contra nações que não estão alinhadas com os interesses da banca judaica ( Rothschild, Rockefeller, Goldman Sachs, JP Morgan, etc) e corporações petroleiras, basta ligar os pontos.
Curiosamente, no site opblackout.com está escrito “The Path to WW3“ (O caminho para a terceira guerra mundial).



Fonte: http://caminhoalternativo.wordpress.com



Não devemos ficar demasiadamente ansiosos... Vamos ficar atentos..
Aqui apenas foram apontados FATOS:
1 - a grave crise entre os poderes executivo e legislativo nos EUA;
2- o estranho fato de o governo dos EUA ameaçarem fechar as portas se o Congresso nao permitir que ele gaste irresponsavelmente;
3- inclusive mandando tropas do exercito, comidas e água emergencial para a região exatamente na data a partir dos cortes;
4- estamos vendo uma evolução de acontecimentos arbitrários nesse pais… e a credibilidade não caiu, mas despencou.




NOTA:
Os fatos que estão para acontecer estão sendo tramados pelas forças das sombras aqui da Terra e nada tem a ver com o cometa Ison, Hercólubus, planeta X, asteróides, Nibiru, segundo sol ou qualquer outra ilusão. Infelizmente as pessoas ainda não aprenderam com a fraude do Elenin e estão entrando nesta outra furada do Ison. Parece que gostam de ser enganados e viajar na maionese e os blogueiros a serviço do ego e das sombras fazem a festa criando pânico nos ingênuos e menos avisados. Lamentável a falta de consciência e de responsabilidade.

Veterano do Corpo de Marines dos Estados Unidos diz: “A verdade por trás do 11/Set aniquilaría Israel“




14/07/2012

Um autor e veterano do Corpo de Marines dos EUA afirma que Israel planejou os ataques do 11/Set, dizendo que, se os norteamericanos fossem informados sobre isto, exterminariam o regime sionista.

“Tive longas conversas durante as últimas duas semanas com contatos no Colégio de Guerra do Exército, na sede do Corpo de Marines, e deixaram absolutamente claro, em ambos casos, que é 100 por cento certo que o 11/set foi uma operação do Mossad.“, disse Alan Sabrosky, escritor e consultor especializado em assuntos nacionais e internacionais de segurança, num clip que aparece no site de opinião pública de intercâmbio de vídeos YouTube.

Sabrosky disse que seus colegas, que ainda estão em serviço, reagem inicialmente com incredulidade à suas afirmações, mas ao dar suas explicações em relação à demolição controlada dos edifícios, a incredulidade dá lugar à raiva.

“Em primeiro lugar está a incredulidade, e logo, quando lhes mostro imediatamente uma entrevista com um especialista em demolições, chamado Danny Jowenko, e este mostra o terceiro edifício do World Trade Center caindo – ou WTC7 – “O que é necessário é dizer isto para as pessoas: Três edifícios caíram, e o terceiro não foi impactado por um avião, estava conectado à demolição controlada, portanto, todos estavam conectados à demolição controlada. E nesse ponto a reação é de raiva. Em primeiro lugar a incredulidade, e logo a raiva “, agregou.

Sabrosky disse que, se os norteamericanos fossem informados da verdade por trás dos ataques, não duvidariam em eliminar Israel sem nenhuma consideração pelos custos envolvidos.

“Se os estadunidenses souberem que Israel fez isto, o removeriam da Terra”, disse.

Em 11 de setembro de 2001, levaram a cabo uma série de ataques coordenados nos Estados Unidos, segundo informes, deixando quase 3.000 mortos.

O governo dos EUA afirmou que 19 terroristas, supostamente relacionados com o mistério, Afegãos do grupo Al-Qaeda, sequestraram quatro aviões comerciais de passageiros para levar a cabo os ataques.

O relatório oficial dos EUA dos acontecimentos do 11 de setembro foi, porém, amplamente questionado por diversos setores nos EUA e em todo o mundo.

O EUA, sob a administração do ex-presidente George W. Bush, invadiu Afeganistão em 2001, depois de afirmar que os ataques do 9/11 foram realizados pelos membros da Al-Qaeda, albergados pelo regime talibán no Afeganistão.

O EUA também atacou o Iraque em 2003, insistindo que o país rico em petróleo estava em posse de armas de destruição em massa (ADM).

Em 22 de setembro de 2011 perante a Assembléia Geral da ONU, o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, pediu uma investigação internacional independente sobre o incidente de 9/11, dizendo que os ataques deram aos EUA a desculpa conveniente para liderar guerras no Afeganistão e Iraque.

“Os sionistas estão levando isto como um verdadeiro exercício de tudo ou nada, porque se perderem, se a população estadunidense perceber o que aconteceu, serão eliminados”, concluiu Sabrosky.



Fonte: http://caminhoalternativo.wordpress.com/
Tradução: Caminho Alternativo
 

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Governados por larápios? Veja o tamanho da criminalidade no Congresso revelado em números


[Imagem: size_590_Congresso_Nacional.jpg?1362014446]

Dos 594 parlamentares em exercício hoje no Congresso Nacional, 190 já foram condenados por algum crime, seja pela Justiça convencional, Justiça Eleitoral ou por Tribunais de Contas. O número representa 32% do total de deputados e senadores brasileiros.

A revelação faz parte de levantamento divulgado nesta terça-feira pela ONG Transparência Brasil, de acordo com dados recolhidos através do projeto Excelências, que usa como base publicações oficiais de diversos órgãos.

Segundo a entidade, os principais crimes cometidos por nossos senadores e deputados são: irregularidades em contratos e licitações, irregularidades em contas de campanha e improbidade administrativa. Alguns dos condenados entram na lista por mais de um crime cometido.

Acompanha a situação dos nossos parlamentares pelos números a seguir.


[Imagem: size_590_modelo-numeros.jpg?1380062506]
[Imagem: size_590_Slide2.JPG?1380049573]
[Imagem: size_590_Slide3.JPG?1380049600]
[Imagem: size_590_Slide4.JPG?1380049638]
[Imagem: size_590_Slide5.JPG?1380049670]
[Imagem: size_590_Slide6.JPG?1380049696]
[Imagem: size_590_Slide7.JPG?1380049719]
[Imagem: size_590_Slide8.JPG?1380049746]
[Imagem: size_590_Slide9.JPG?1380049772]
[Imagem: size_590_Slide10.JPG?1380049795]

Fonte: Exame

Essa é a cara do Brasil. Enfim, somos governados por um bando de larápios. E a culpa é do próprio povo que os elegeram. Ou seja, nossa culpa. 

Fonte: Blog DeOlhOnafigueira
Publicado em: http://forum.antinovaordemmundial.com/

Site pró-Dilma associa Ministro Joaquim Barbosa a macaco e constrange Planalto


MARINA DIAS
DE SÃO PAULO


Um site que promove a presidente Dilma Rousseff na internet desde 2008 virou fonte de constrangimento para o Palácio do Planalto nos últimos dias, ao associar o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, à imagem de um macaco.

A associação foi feita há uma semana pelo Blog da Dilma para ilustrar um artigo do ex-deputado federal pelo PT Luiz Eduardo Greenhalgh sobre o julgamento do mensalão. A ilustração era composta por um macaco sorridente em primeiro plano, Barbosa ao fundo e uma legenda: "Ainda vai Barbosinha? kkkkk".

Editoria de Arte/Folhapress

O episódio foi criticado nas redes sociais por pessoas que consideraram a associação racista com Barbosa, que é negro. Após cinco dias no ar, a imagem foi substituída por uma foto do próprio Greenhalgh e o site divulgou um texto intitulado "Racismo não".

Assinado pela enfermeira Jussara Seixas, uma das editoras do site, o artigo não fez referências à ilustração, mas soou como resposta à controvérsia nas redes sociais. "Racismo, preconceito e intolerância são o câncer da humanidade", escreveu Jussara.

O governo procurou ficar longe da confusão. "O único blog vinculado com a presidenta Dilma ou com a Presidência da República é o Blog do Planalto, administrado pela Secretaria de Imprensa da Secom", disse o porta-voz da Presidência da República, Thomas Traumann.

Nos bastidores, interlocutores da presidente afirmam que a relação do Palácio do Planalto com blogs de simpatizantes do PT é delicada. Para eles, o governo não tem como impor restrições a sites de militantes petistas que ajudam a mobilizar as bases do partido nos períodos eleitorais.

Criado em 2008, antes da eleição da presidente, o Blog da Dilma reproduz artigos e vídeos publicados antes em outros sites. Ele se intitula "o maior portal da Dilma Rousseff na internet", tem perfil no Facebook, canal no YouTube e conta no Twitter para divulgar textos sempre elogiosos à presidente.

O funcionário público Daniel Bezerra, editor responsável do blog, disse que a substituição da foto foi uma medida tomada para "acabar logo com a polêmica". "Não foi racismo. Utilizamos esse banner do macaquinho há muito tempo. É uma piada. Em Fortaleza, onde moro, macaco é sinônimo de alegria", afirmou à Folha.

Ele disse que a mesma imagem foi associada antes ao ex-governador José Serra (PSDB), à ex-senadora Marina Silva e ao próprio Joaquim Barbosa sem despertar críticas nas redes sociais.
Segundo Bezerra, o site é mantido com ajuda de 56 colaboradores e não recebe dinheiro de partidos políticos. "Os custos são pequenos e, quando aparecem, dividimos as contas entre a gente com cotas que vão de R$ 100 a R$ 300 por pessoa", disse Bezerra.

Funcionário da Câmara Municipal de Fortaleza, o editor do Blog da Dilma afirmou que nem ele nem Jussara Seixas são ligados a partidos políticos.

A assessoria do STF afirmou que o ministro Joaquim Barbosa "tomou conhecimento do ocorrido", mas "não havia informações sobre providências a serem tomadas ou comentários sobre o tema".



Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2013/09/1347552-site-pro-dilma-que-associou-barbosa-a-macaco-e-motivo-de-constrangimento-para-planalto.shtml


 

FUNDOS PARA CAMPANHA DO PT: R$ 21.291,66/mês é quanto Cuba ganhará por cada médico/escravo no Brasil…



[Imagem: dinheiro.jpg]



O economista, ex-prefeito do Rio, ex-secretário da Fazenda de Brizola, e também ex-deputado, Cesar Maia fez as contas e produziu esta manhã o seguinte comentário sobre a vinda dos médicos de Cuba:

Aparentemente precisamos de Mais Matemática também, além do Mais Médicos. Ninguém fez as contas? R$ 511 milhões para 4 mil médicos Cubanos por 6 meses, de setembro de 2013 a fevereiro de 2014, segundo anunciou o ministro candidato Padilha. Então serão R$ 21.291,66 por médico por mês para os cubanos e não R$ 10.000,00 como anunciado.

E o dinheiro vai pra Cuba e não pros médicos (será que vai mesmo todo para Cuba?). O governo cubano vai pagar a cada um R$ 700,00, o valor local que normalmente ganham, ou seja, estamos importando "serviços de Cuba" e não importando médicos cubanos. Os irmãos Castro agradecem penhoradamente pela grana, porque ficará com a diferença - em dólar forte (enquanto parte volta para financiar campanha do PT). Quanto ganha um médico concursado no Brasil?

São aqueles médicos que quando Chávez quis mudar, já era tarde.



Fonte: http://polibiobraga.blogspot.com.br/
Publicado em: http://forum.antinovaordemmundial.com/


OS MÉDICOS DE CUBA SÃO ESCRAVOS, POR QUÊ?


São ou não são escravos?

1) A VINDA E OBRIGATÓRIA;
2) Não fizeram sua inscrição individual, foram mandados como soldados;
3) Não podem trazer família;
4) Não podem ir e vir;
5) Não podem ter relacionamentos afetivos; 
6) Não podem reclamar; 
7) Tem que fazer campanha favorável para Cuba e para o PT; 
8) 80% que recebem é mandado direto para o governo cubano (será ?);
9) Será extraditado imediatamente aquele que pedir asilo político (diz Advogado-geral da União em nota pessoal);
10) Não poderão sair com amigos ou acessar internet (segundo descobriu Jair Bolsonaro).

São escravos ou não?
A cena mais patética foi de uma foto feita no Recife em uma escala do voo vindo de Cuba, com várias pessoas vestidas de jaleco branco todos com bandeirinhas da Ditadura Castrista.
Mesmo que o problema do Brasil seja mais de saúde que de médicos, mesmo que houvesse um plano para vinda de estrangeiros, isto em um governo que tenha uma conduta séria, seria feito num processo de maneira transparente, respeitando as leis e respeitando o povo brasileiro, pois a ligeireza dos petistas pode além dos aspectos negativos morais, ainda serem prejudiciais ao povo, no sentido de não aplicar a prova do revalida (para pessoas que se graduam no exterior), a fim de verificar a competência profissional deles para trabalhar no Brasil.
Isto é à maneira de governar do PT - Partido dos Trabalhadores, que de Trabalhador ficou só o nome, na verdade podemos já chama-lo de PE - PARTIDO DA ESCRAVATURA.


Fonte: http://catinfor.com/
Publicado em: http://forum.antinovaordemmundial.com/











PARA COMPLETAR: BNDES MUDA STATUS DE EMPRÉSTIMOS PARA CUBA PARA SECRETO (?)


O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, afirmou que os financiamentos concedidos a Angola e Cuba foram classificados como secretos pelo governo por conta de um acordo feito entre o Brasil e os dois países.

"Os contratos são sujeitos a cláusulas do país de destino. Estão sujeitos a um tratado ou uma disposição soberana do país beneficiado por uma exportação", afirmou nesta terça-feira (27) durante audiência pública na CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) do Senado.

A Folha revelou em abril que o ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) havia tornado secretos os documentos sobre os empréstimos às duas nações, o que não ocorreu com outras 13 beneficiadas por financiamentos do banco estatal.

Na ocasião, o ministério alegou que os contratos continham informações "estratégicas" e eram "cobertos por sigilo comercial". Apenas em 2012, o BNDES desembolsou US$ 875 milhões a Cuba e Angola (e qual a garantia de pagamento? eles tem condições de pagar este empréstimo?).

Segundo Coutinho, os valores globais envolvidos são públicos, mas os detalhes da operação não podem ser revelados. Segundo ele, o dinheiro dos empréstimos teve como destino o apoio à produção e à exportação de bens de capital e serviços de engenharia aos dois países.

NOTA: Sim o dinheiro é público, ou seja nosso, mas nós não precisamos saber para o que esta sendo usado, eles tem total autonomia para fazer o que bem entendem com o nosso dinheiro sem precisar prestar conta. Será que quando elegemos este partido PT demos a eles carta branca para fazerem o que querem? Era assim que pensava o PT - Partido dos Petralhas antes de assumir o governo?



Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/
Publicado em: http://forum.antinovaordemmundial.com/

* * * * * * * *


COMENTÁRIOS: 

Mais uma Maracutaia do PT. 
Noutro dia o Patriota disse que é uma questão humanitária. 
Mas o Brasil não arrecada trilhões em impostos? Não é a 7ª economia do mundo? Precisa pedir ajuda humanitária pra Cuba? Afinal aqui é o Brasil ou o Haiti? O Lula não disse em 2005 que o SUS estava perto da perfeição? 
As pessoas não conseguem nem fazer um exame de urina num Hospital Público. Não fazem exame de urina ambulatorial, só fazem se estiver internado! E a culpa é dos médicos? 
O problema, como tudo que envolve política (ou politicagem) é a péssima gestão, o desvio de dinheiro e a má aplicação dos recursos. 
E se os 10 mil vão direto para a ditadura cubana e não para os médicos, que receberão apenas 7% do salário, porque eles não são capitalistas (como diz o PT), porque então não pagam os R$ 700,00 direto na mão do médico? 
Porque pagar 40 milhões por mês para Cuba? 
Afinal não é ajuda "humanitária"? 
Ou será que tem que dar dinheiro para sustentar o Fidel? 
Ou para financiar a campanha do PT em 2014?
Acho que esse Governo pseudo socialista não sabe como fazer para mandar dinheiro ao espertalhão Fidel, o homem que só usa camisa Lacoste e agasalho Adidas (como já apareceu em várias fotos), enquanto o povo cubano passa fome. 

A saúde é um problema do Brasil há décadas, e só fazem contratação emergencial!! 
Ninguém encara com seriedade esse problema e ainda usam para fazer politicagem e ideologia comunista! 
Com o PT estamos retornando ao tempo do Brasil colônia. 
Naquele tempo o trabalho era escravo e agora os cubanos trabalham, mas ninguém sabe exatamente quanto eles vão ganhar. 
O regime da ilha ganhará 10 mil (ou 21 mil) por cabeça. 
A diferença provavelmente voltará na cueca de alguém.  
Provavelmente parte do dinheiro voltará para o Brasil, Dilma já tem caixa para a campanha por isso o pagamento antecipado.
Ou seja escravidão e caixa 2 para o PT.

Sente-se um cheiro de "recursos não contabilizados" para a bilionária campanha eleitoral dos bandoleiro$ quadrilheiro$ PeTralha$ em 2014.
Dá para sentir o cheiro de que esta grana dará uma volta por Cuba para tomar um banho de legalidade e voltará bem acondicionada em caixas de uísque e de charutos cubanos (lembram disto?).
Os quadrilheiro$ PeTralha$ tem método e estratégia no planejamento de suas mutretas.
A $inistra mão PeTralha visível nesta tramóia é a do ministro da $aúde, que também será beneficiado na hora do repartir o butim pois é um possível candidato dos PeTralha$ ao governo de São Paulo.
As campanhas dos bandoleiros PeTralha$ sempre é bancada de maneira transversa pelos otários que são confiscados sob a justificativa de que devem impostos.  

Nada contra trazer médicos da onde for, desde que façam um projeto decente, mesmo que seja para fins eleitoreiros e que sempre o são, mas sejam honestos, profissionais na aplicação dos recursos, estão lidando com vidas humanas dos daqui e dos que vierem, e esses merecem ter apoio e respeito para exercer o trabalho profissional. 
Façam um projeto temporário de 36 meses com regime de exceção, conforme CLT, respeitando as normas legais e fazendo a revalida ou avaliação especifica, seria simples assim, mas estes não são os métodos do PT. 
Eles se julgam espertos, se julgam acima da lei e menosprezam a nossa inteligência, nos julgam apenas gado, esta é a mentalidade dos draconianos petistas.



quarta-feira, 25 de setembro de 2013

O ÚLTIMO SEGREDO EXPOSTO: A comida envenenada propositalmente para matar a população...






Alex Jones fala sobre os alimentos e o que estão fazendo com nossa comida.
A comida está sendo planejada propositalmente para matar a população.
Um alerta, para que você saiba da peneira que está acontecendo!
Vídeo recente revela segredo mundial do que é capaz o ser humano.


PERIGO! PERIGO! Dívida Pública Interna (um dos pilares da corrupção no Brasil) esta fora de controle


As entranhas da dívida brasileira

Esta reportagem esclarece como funciona um dos pilares da corrupção no Brasil: apropriação de recursos via dívidas. Leitura obrigatória para quem quer entender sobre os títulos da dívida interna e quem são os credores.

“A dívida é um mecanismo financeiro que se autorreproduz e se autoalimenta.” Para Maria Lucia Fatorelli, por exemplo, o país tem feito dívidas novas por conta dos megaeventos, principalmente estados e municípios.





Viviane Tavares

do Rio de Janeiro (RJ)
23/09/2013

Maria Lucia Fatorelli foi nomeada pelo presidente Rafael Correa para integrar a Comissão de Auditoria Fiscal da Dívida Pública do Equador, que atuou entre 2007 e 2008. Como resultado do trabalho que ela ajudou a construir, o país diminuiu em 70% uma dívida sobre a qual não havia comprovação.
Tudo indica que a situação do Brasil seria semelhante, mas, nesta entrevista, ela conta que aqui têm sido fracassadas as tentativas de se realizar uma simples conferência dessa conta que a sociedade brasileira paga sem saber exatamente por quê. E que, hoje, somando as dívidas interna e externa, já ultrapassa U$3 trilhões de dólares. Esta demanda também esteve presente nas ruas durante as manifestações do mês de junho, mas, assim como foi feito com a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que tratou da dívida brasileira em que Fatorelli também contribui com trabalhos, os parlamentares e a imprensa fizeram questão de esquecer.
Auditora fiscal e coordenadora do Movimento Auditoria da Dívida Cidadã, Fatorelli fala à Poli sobre o caminho árduo que o movimento tem seguido no Brasil, relembra as origens da dívida, aponta os principais credores e explica ainda as razões (ou a falta delas) para que continuemos a pagar juros tão altos.

O que é a dívida?

Maria Lucia Fatorelli – Em âmbito federal, a dívida se divide em externa, que atualmente é de U$ 450 bilhões de dólares, e interna, que é de 2,8 trilhões de dólares. A diferença entre uma e outra é que a externa é contraída no exterior, com credores estrangeiros, e a interna teoricamente seria contraída com credores internos, ou seja, nacionais. A questão é que, considerando a ausência de controle de capitais e o ingresso de grande número de bancos no país e com poder, hoje quem tem direito de comprar os títulos da dívida interna são em grande parte bancos internacionais. Portanto, essa teoria de dívida interna e externa deveria ser revista.
Atualmente, as duas dívidas estão sob a forma de títulos. Não existe mais aquele antigo contrato que você contrai com determinado credor. Desde a década de 1990, o endividamento passou a ser por emissão de títulos. Se ele emite internamente, a dívida é interna, se emite no exterior, a dívida é externa. Então, os que compram essas dívidas são os credores da nossa dívida. Nós já pedimos informações sobre quem são eles, mas o Tesouro diz que é informação sigilosa e libera essas informações somente em bloco. A última informação que tivemos, durante a CPI da dívida externa, é que são bancos, bancos de investimento, fundos de pensão nacionais e estrangeiros. Enfim, mais de 95% dos títulos está na mão do setor financeiro.

Como contraímos essa dívida?

Ao falarmos da dívida, podemos chegar até ao descobrimento do Brasil. Para garantir nossa independência, nós assumimos uma dívida que Portugal contraiu com a Inglaterra para justamente lutar contra nossa independência. Já que não conseguiram o que pretendiam, empurraram a dívida para nós. A nossa história com a dívida começa com uma característica marcante até hoje: falta de contrapartida. Na década de 1930, quando Getúlio Vargas era presidente, ele questionou a que se referiam os pagamentos. Ele determinou que o Ministro da Fazenda da época levantasse esses contratos e iniciou uma auditoria. E qual foi a surpresa depois desse levantamento? Apenas 40% da dívida na época se comprovavam por contrato. Além disso, foram encontradas deficiências. O ciclo desta dívida atual começou na década de 1970. No início desta década, nossa dívida externa era de U$5 milhões de dólares e a interna era desprezível. Para a importância do país, essa dívida era considerada pequena. É preciso lembrar que estávamos em uma ditadura, no período em que se aprofundou o regime ditatorial. Exatamente em 1971, os EUA aboliram a paridade do dólar com o ouro. E isso possibilitou a emissão indiscriminada de dólares, a mera impressão de qualquer quantidade de dólares. Isso gerou um excesso de liquidez, excesso de moeda que foi canalizado por meio do sistema bancário, que passou a oferecer este excesso de moedas a países, principalmente a países com ditadura militar. Na nossa avaliação, essas ditaduras entraram para possibilitar o domínio econômico e o instrumento para sacramentar esse domínio econômico foi o endividamento. Tem até um livro interessante que se chama Confissões de um assassino econômico, de John Perkins, que era um agente do sistema financeiro americano. Ele era uma das pessoas que vinham oferecer esses empréstimos para estimular grandes obras, como construção de viadutos, hidrelétricas, pontes, que foram muito marcantes na ditadura, como uma espécie de compensação, para criar um clima de progresso, tudo isso que simbolizou a ditadura militar. O que eles ofereciam, além das taxas baixas, era o tempo de carência, em geral de cinco anos. Então, você pegava um empréstimo e depois empurrava para o próximo que assumisse o mandato. Neste período, de 1970 a 1980, a nossa dívida cresceu 1000%, pulou de U$5 milhões de dólares para U$50 milhões de dólares em âmbito federal. E neste, contexto, os estados e municípios entraram neste esquema. Não existe literatura sobre essa dívida dos estados, o trabalho da nossa auditoria é inédito. Fomos pesquisar as resoluções do Senado, porque todas as dívidas destes dois entes têm de ser aprovadas pelo Senado Federal. E descobrimos que a maioria das resoluções da década de 1970 e 1980 sequer informa quem foi o agente que ofereceu o empréstimo e a destinação dele. Existe uma suspeita, portanto, de que os estados ajudaram a financiar a ditadura. Mas ainda não conseguimos concluir este estudo.

No governo do Lula dizia-se que tínhamos pago a dívida. O que liquidamos naquele momento?

Isso foi muito grave. O que o presidente Lula em 2005 pagou foi apenas a dívida externa com o FMI [Fundo Monetário Internacional]. Na época, existiam 300 milhões de dólares de dívida externa e foram pagos U$15 milhões de dólares. Esse pagamento representou 2% da dívida, se somarmos a interna e a externa. Para pagar isso, o Brasil fez emissão de títulos da dívida interna em reais para pagar em dólar. O que houve não foi pagamento, foi troca. Deixamos de dever ao FMI para passar a dever a bancos que compraram os títulos. Na dívida com o FMI, eram cobrados juros de 4% ao ano e estamos emitindo títulos na base de 19% ao ano. Trocamos uma dívida de 4% por uma de 19%. Mas alguém pode argumentar que não devemos ao FMI, e isso é um ponto positivo. Mas, no dia desse pagamento, o [Antonio] Palocci publicou uma carta na página do Ministério da Fazenda argumentando que o pagamento ao FMI não significaria o rompimento dos compromissos do estatuto do Fundo, que vincula as políticas ao Fundo, dá a ele o direito a todas as informações do país, inclusive aquelas a que não temos acesso – o FMI tem porque fica dentro do Ministério da Fazenda.

Fazendo uma comparação simplista: se chega à minha casa uma conta cujos gastos eu não reconheço, procuro entender e, se não achar justo, não pago. Quais as razões das resistências à auditoria da dívida se não se sabe a origem de tudo que o Brasil paga?

Esta é uma questão fundamental. Agora, só faz essa pergunta quem tem consciência do peso da dívida e de que quem paga a dívida somos nós. A maioria das pessoas não tem consciência porque acha que o Lula pagou e outra grande parte não tem noção do quanto isso faz falta para [a garantia dos] outros direitos como saúde, educação... E esse é o papel do movimento da Dívida Cidadã: mostrar o peso desta dívida e que somos nós que devemos determinar os investimentos da União. Isso é o resultado da desinformação da nossa sociedade. A mídia comercial é financiada pelos grandes beneficiários desse sistema, portanto, a ela não interessa divulgar o que nós produzimos. Por isso é tão importante todo o trabalho da mídia alternativa que dá espaço a este tema.

Quem são esses grandes grupos?

O Citigroup, por exemplo, está aqui desde a década de 1970 e hoje é um dos dealer que tem o poder de comprar títulos direto do Tesouro. Se você ou eu quisermos comprar diretamente, não podemos, temos que ter um intermediário. Mas um grupo de 12 bancos tem, e a cada seis meses há uma pequena mudança, mas o Citigroup está sempre presente. E se esses dealers não concordarem com alguma coisa, se o juros não estiverem do jeito que eles querem, ficam de braço cruzado até chegar aonde querem. Por isso se chamam dealer: assim como no poker, quem dá as cartas é quem manda no jogo. É muito sugestivo eles se chamaram assim, não é?

Como foi a sua experiência na auditoria da dívida do Equador e o que podemos trazer de aprendizado para o Brasil?

Eu fui nomeada por decreto do presidente Rafael Correa, quando ele criou uma comissão para fazer a auditoria. Ele nomeou vários equatorianos e seis estrangeiros ligados a movimentos sociais dedicados a questões da auditoria pública. No dia da inauguração da comissão, o ministro da fazenda do Equador estava com uma cartilha da auditoria cidadã que lançamos no Fórum Social Mundial em 2006 e sinalizou que ela tinha sido uma das inspirações da criação da comissão. Nós tivemos acesso aos arquivos, tínhamos o poder de pedir informações a qualquer órgão, que tinha o dever de nos fornecer essas informações. Foram contratadas 50 pessoas para a comissão, algumas de nível técnico, para trabalhar. Mas, ainda assim, sofremos boicotes de funcionários ligados aos esquemas fraudulentos, porque a dívida é ligada a fraudes em todos os países. Tivemos dificuldades, dados distorcidos... Foi analisada a dívida externa contratada com bancos privados internacionais, e lá também o Citigroup era o campeão. O processo era idêntico ao do Brasil, até em dados, só o valor que aqui é multiplicado em muitas vezes. Era a típica dívida com juros mais altos e mais fraudulenta, e isso torna o estudo mais difícil porque você tem que ter prova, documento, fundamento jurídico. O resultado foi um relatório de mais de mil páginas, todo comprovado com documentos. Quando entregamos o relatório, o [presidente] Correa já suspendeu o pagamento dos juros que venceriam nos próximos dois meses. E naquele mesmo ano, o valor que ele pagaria de juros foi aplicado em saúde e educação.
A revista inglesa The Economist publicou o aumento dos gastos nestas duas áreas em 70%. Além disso, o Correa submeteu nosso relatório ao crivo jurídico de profissionais internacionais e de instâncias nacionais equivalentes ao nosso Ministério Público (MP) e Advocacia Geral da União (AGU) e, após o retorno desses pareceres, ele fez um ato soberano: uma oferta para resgatar os próprios títulos por 30% do valor com um certo prazo. Assim, 95% dos títulos foram comprados, anulando 70% da dívida. Isso significou uma economia de U$7,7 bilhões de dólares. O Equador criou uma outra comissão agora para os tratados bilaterais de investimento e me convidou novamente, mas não tenho condições dessa vez. Nós aqui no Brasil não temos esse tipo de tratado.

Existem outros países que já fizeram auditorias como essas?

Tivemos relatos de países da América Latina e da África e houve uma proposta de formarmos o clube de Quito, em contraponto ao Clube de Paris e de Londres, onde os credores se reúnem. Sabemos também de várias auditorias cidadãs: houve um trabalho muito importante na Argentina, no Paraguai antes do Golpe a partir da Controladoria do Governo, uma iniciativa no Peru por um processo judicial, e na Grécia, Espanha, Bélgica, Portugal...

Por que a CPI da dívida no Brasil não foi para frente?

A CPI possibilitou acesso a documentos que antes não conhecíamos, inclusive, alguns da época da ditadura. Vimos diversas dívidas do setor privado assumidas como dívidas públicas, alguns escândalos da década de 1990. Enquanto no Equador tínhamos uma equipe montada com 50 pessoas, aqui no Brasil éramos apenas dois – eu e um auditor da Caixa Econômica Federal. Só isso já foi um boicote para o rendimento do trabalho. Fizemos um relatório neste corrido período de nove meses, por conta da experiência no Equador. Além disso, os partidos não indicavam os representantes para a CPI e, por sorte, localizamos um parecer feito pelo Michel Temer, quando ele era advogado de um partido, dizendo que se houvesse esse tipo de boicote deveria ser feita uma denúncia para o Supremo, para que este designasse os membros da CPI na marra. E colocamos [o parecer] na mão do Ivan Valente [deputado pelo Psol-SP] no dia em que o Michel Temer estava presidindo a Câmara. O Ivan Valente falava e indicava ‘essas palavras são suas, presidente’. Foi um vexame para ele ser desmoralizado por suas próprias palavras. Só conseguimos tocar a auditoria porque achamos esse parecer. Este parto só para instalar! Eu fui requisitada para trabalhar na CPI e só depois de um mês fui liberada para isso, por conta dos trabalhos que tinha que concluir. Depois disso, na hora de montar a equipe, também não conseguimos. Mas, mesmo assim, montamos um relatório da dívida externa e interna, que está no Ministério Público.

Atualmente, o governo continua se endividando?

A dívida é basicamente um mecanismo financeiro que se autorreproduz e se autoalimenta. Considerando que o Brasil paga os maiores juros do mundo, e é impossível ter recurso para pagar todos esses juros, o que fazemos? Emitimos dívidas para pagar juros. É como se estivéssemos no cheque especial. O país tem feito dívidas novas por conta desses megaeventos, por exemplo. O núcleo do Rio de Janeiro [da Auditoria Cidadã] teve acesso a documentos do estado do Rio de Janeiro com organismos internacionais, latino-americanos, inclusive, para obter recursos e financiar as obras da Copa do Mundo.
Com os megaeventos, quem está se endividando mais são os estados e municípios. Após a Constituição, os estados passaram a poder emitir títulos para pagar precatório e dívidas por condenações judiciais, depois foram proibidos de emitir título para isso. A maior dívida dos estados é com a União, que financiou as dívidas a partir de 1997, mas foi em condições tão onerosas que, quanto mais o estado paga, mais ele deve. É o mesmo esquema dos bancos reproduzido.



Fonte: http://forum.antinovaordemmundial.com/
Publicado originalmente na Revista POLI – Nº 30 – Set./Out. 2013 – www.epsjv.fiocruz.br








REVELAÇÃO DE NARCOTRAFICANTE: Coca Cola contem sangue de crianças sacrificadas ao satanismo





 

Entrevista do ex narcotraficante, Felipe Garcia Montiel


Publicado em 14/09/2013
 

Nessa parte em especial da entrevista e que inteira contém, 49 minutos, o ex narcotraficante mexicano, fala sobre o satanismo no qual era envolvido sendo seu papel de terceiro sacerdote o qual era permitido que fizesse sacrifícios de crianças e explica para onde iam o sangue das crianças que ele sacrificava, um dos lugares no qual ele especifica que enviavam o sangue, era para a empresa Coca- cola a qual ele afirma que usa como ingrediente e esta inserido em sua bebida esse sangue e os orgãos, ou seja, quem toma coca, toma sangue de crianças que são sequestradas e sacrificadas.
Assistam e tirem suas conclusões.

Link da entrevista inteira: http://www.youtube.com/watch?v=XmYtVo...


* * * * * * * *


RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA ESPIRITUAL COM COCA COLA E A ORIENTAÇÃO DOS PLEIADIANOS


Nunca fomos muito chegados a tomar coca cola, pois sentíamos que não nos fazia muito bem e achávamos que possivelmente fosse em razão de drogas, que diziam estar contida nesta bebida.
Em 2006 fomos orientados espiritualmente a evitar o uso da coca cola, mas não nos disseram o porque, disseram apenas que ela era muito prejudicial a nossa sensibilidade espiritual.
Então, deixamos de tomar este refrigerante por um bom tempo. Sentíamos que realmente não nos fazia bem, mas achávamos que não havia motivo para ser radical. Assim, depois disto em 2009, em duas ocasiões, por forças das circunstâncias, nos vimos forçados a tomar coca cola. Foram em duas festas em que fomos com intervalo de uns três meses entre uma e outra. Nestas duas festas que fomos, de bebidas só havia cerveja e coca cola, não havia água e como estávamos com muita sede e não bebemos cerveja, achamos que não haveria muito mal em tomar coca cola. Na primeira festa tomamos apenas uns dois copos de coca cola e algumas horas depois nos sentimos muito mal, nos deu um calor muito forte por dentro, uma agonia e estado de desespero muito grande misturado com uma estranha excitação sexual, totalmente sem sentido ou explicação, que durou várias horas não nos deixando dormir, pois apesar de estar com sono, cada vez que começávamos a adormecer, começávamos a ter muitos pesadelos e ataques espirituais de incubos e súcubos. Desconfiamos que fosse da coca cola, mas não tínhamos certeza, achamos que também poderia ser apenas uma coincidência. Na segunda festa alguns meses depois nos vimos na mesma situação, estávamos com sede e só havia cerveja e coca cola e mais uma vez tomamos coca cola, só que desta vez tomamos bastante e então tivemos os mesmos sintomas, mas muito mais fortes. Nesta segunda vez pudemos ter certeza que era a coca cola a causa e que ela tinha desequilibrado totalmente os nossos primeiro e segundo chakras (básico e sexual) e nos baixado consideravelmente a nossa frequência vibratória, abrindo a nossa aura e nos deixando sujeito a ataques psíquicos de forças das sombras. Eles tentavam nos dominar de todas as formas e nós tentávamos resistir usando de todas as técnicas de defesa psíquicas e espirituais que conhecíamos. Essas forças das sombras nos diziam que era bobagem resistirmos, que era melhor nos entregarmos, enquanto tentavam nos dominar nos influenciando com pensamentos e desejos, inclusive sexuais, totalmente contrários e estranhos aos nossos princípios. Depois de algum tempo, sentimos que estávamos começando a fraquejar em nossas forças de resistência e chamamos então pelos nossos mentores espirituais e lhes pedimos ajuda. As forças negativas foram afastadas e depois que já estávamos recuperados os nossos irmãos Pleiadianos vieram e nos orientaram para que evitássemos de tomar coca cola pois essa indústria era uma corporação a serviço do governo oculto mundial e a bebida, além de drogas, continha substancias de magia e satanismo criadas pelos magos negros para dominar espiritualmente as pessoas e principalmente a nossa juventude e afasta-las do caminho da luz. Eles nunca nos disseram que substâncias seriam estas, mas agora com esta revelação deste ex narcotraficante tudo se encaixa e fica perfeitamente claro.
Ao redigirmos este texto sentimos muito forte a presença dos nossos irmãos Pleiadianos nos intuindo a perceber a ligação desta revelação com o intenso consumo de coca cola pelos jovens e crianças em todo o mundo, com a extrema erotização de nossas crianças, com o grande numero de crianças e jovens desaparecidos e ainda com o comércio clandestino de órgãos, mas de repente, não sei por que nos veio muito forte também a lembrança da musica "Sociedade Alternativa" do Raul Seixas, que foi escrita com base na Lei de Thelema, do Livro da Lei, do mago negro Aleister Crowley, principalmente no seu refrão que diz: "faça tudo que quiseres por que tudo é da lei"... por que será? Qual será a relação? Não será exatamente esta a sensação e ideia que as forças das trevas tentam nos passar quando tomamos a coca cola?

Ibiatan Upadian








terça-feira, 24 de setembro de 2013

ABSURDO: Cartas em produtos chineses trazem apelos desesperados de escravos de Campos de Concentração da China.







Por Luis Dufaur





Julie Keith, uma mãe do Oregon (EUA), enregelou-se ao encontrar uma carta meticulosamente oculta dentro de um pacote para Halloween “made in China” que ela comprou na loja Kmart.

cartachinêsGrafada num inglês trêmulo, a mensagem imergiu-a num cenário de horror pelo qual ela jamais imaginaria que pudesse passar.

O autor estava preso num campo de trabalho forçado em Masanjia, no norte da China, trabalhando 15 horas diárias durante toda a semana sob o látego de desapiedados guardas.

“Se você comprar este produto, por favor, mande esta carta para a Organização Mundial de Direitos Humanos”, leu Julie. “Milhares de pessoas na China, que sofrem a perseguição do Partido Comunista, ficar-lhe-ão gratas para sempre”.

Quanto ao preço que os comunistas pagam por sua liberdade e pela dos demais presos, Zhang diz na carta que é “quase não pagamento”, pois os 10 yuans mensais por ele referidos equivalem a 3,89 reais!

Julie encaminhou ao governo esta carta que era mais um dramático apelo à comunidade internacional para a realidade do regime escravagista chinês encravado na “reeducação através do trabalho”. A reportagem é do influente “The New York Times”.

Na realidade, a carta provinha de uma das tantas colônias penais onde não se sabe quantos críticos do governo, religiosos, simples cidadãos “caçados” para completar o número de trabalhadores e pequenos criminosos podem passar quatro anos sem julgamento segundo a lei. A galáxia do horror.

julieJulie Keith não podia acreditar: a tragédia entrou em seu lar
num produto "made in China".

Fato singular: Zhang, 47 anos, ex-detento de Masanjia, confessou recentemente ser o autor da carta. Reconheceu que essa foi uma das mais de 20 cartas que na fábrica-prisão onde se achava confinado ele colocou em produtos destinados ao Ocidente.

Muitos ex-detentos que como Zhang conseguiram sair do universo carcerário socialista chinês descreveram um quadro de abusos estarrecedores, espancamentos frequentes e privação de sono de prisioneiros acorrentados semanas a fio em posições doloridas.

A morte de colegas por suicídio ou doenças fazia parte do pão quotidiano.

“Às vezes os guardas puxavam-me pelos cabelos, colavam na minha pele barras ligadas à eletricidade, até que o cheiro de carne queimada enchia a sala”, disse Chen Shenchun, 55, que passou dois anos num desses campos.

A maioria dos escravos-operários de Masanjia foi presa por causa de sua crença. Mas o regime os mistura com prostitutas, drogados e ativistas políticos. As violências se concentram naqueles que se recusam a renegar sua fé.

masanjia Sede de comando do campo de concentração de Masanjia.

Os chefes do campo de concentração não atendem pedidos de entrevista. Também os guardas temem abrir a boca. Um deles respondeu segundo a cartilha oficial: “Não há prisioneiros aqui. São todos estudantes.”

Tampouco quiseram dar entrevista os executivos da Sears Holdings, dona da loja Kmart que vendeu o pacote com a carta. Afinal de contas, ficam parecendo escoadouros de um negócio sinistro.

Um porta-voz da empresa declarou que a investigação interna realizada após a descoberta da carta nada teria encontrado no sentido do uso de trabalho escravo nos produtos que vende. A falta de transparência informativa da empresa ficou pior quando o referido porta-voz se recusou a dar o nome da fábrica chinesa envolvida no caso.

Zhang estava proibido de ter canetas e papéis, mas surrupiou-os num escritório enquanto fazia limpeza.

Ele redigia enquanto seus colegas de cela dormiam, e escondia as cartas dentro das barras de ferro do beliche até começar a embalagem dos produtos destinados ao Ocidente.

Julie conta: “Quando abri a caixa e minha filha encontrou a carta, duvidei que fosse verdade. Mas então pesquisei no Google ‘Masharjia’ e vi que esse não era um lugar legal” – declarou.

Ela repassou a carta a um órgão governamental americano. A matéria é explosiva e a administração Obama adota uma atitude de subserviência diante das práticas inumanas chinesas.

No fim, um porta-voz do governo defendeu que casos complicados como esse levam muito tempo para serem averiguados.

Ou seja, é para nunca serem esclarecidos e nenhuma decisão proporcionada ser adotada.

Como no caso de Zhang...

Da próxima vez que o leitor for comprar algum produto chinês, pense na tragédia que pode estar levando para casa.

Vamos boicotar os produtos chineses, eles enriquecem uma elite comunista da China e do Brasil às custas de mão de obra escrava. Este é o comunismo que dizem ser um regime onde não existe desigualdades, "onde todos os seres são iguais". Sim, todos são iguais... na miséria, com exceção de uma elite que esta no comando.




Fonte: http://www.midiasemmascara.org/mediawatc.../comunismo
Publicado por: http://forum.antinovaordemmundial.com/


Luis Dufaur, escritor, edita o blog Pesadelo Chinês.


  

sábado, 21 de setembro de 2013

Os Estados Unidos estão planejando detonar uma ogiva nuclear no oceano para causar um mega-tsunami?




Os governos dos Estados Unidos e da Nova Zelândia, em conjunto, preparou um plano secreto para explodir um super-bomba para criar um tsunami? O plano secreto - como relatado pela Mondo TV - era nada mais do que um projeto que planejava destruir cidades costeiras inteiras por meio de explosão subaquática e causar uma enorme tsunami.

Esta semana, a Base da Força Aérea dos EUA no Texas Deiss transportou ogivas nucleares transferindo-as para um lugar desconhecido na Carolina do Sul, onde o senador Lindsey Graham alertou o público sobre um possível ataque nuclear .

Assim que a Elite está se preparando? Talvez o objetivo é detonar armas nucleares no Oceano Atlântico ou no Oceano Pacífico para causar um tsunami ao longo da costa?







Fonte:
http://www.segnidalcielo.it/2013/09/10/gli-stati-uniti-stanno-progettando-di-far-esplodere-una-testata-nucleare-nelloceano-per-causare-un-mega-tsunami/

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Obama solicita 15.000 homens das tropas russas para desastre próximo em 2013




Um relatório preocupante elaborado pelo Ministério de Emergências (EMERCOM), que circula no Kremlin hoje nos fala apenas que acordos foram divulgados entre a Rússia e os Estados Unidos, em Washington DC, dizendo que o regime Obama pediu pelo menos 15 mil soldados russos treinados em caso de catástrofe e "controles de distúrbios" a serem colocados sobre o comando da FEMA - Região III, durante um "próximo" e não especifica o desastre. 
De acordo com este relatório, este pedido inédito foi feito diretamente ao ministro Vladimir Puchkov pelo Departamento de Segurança Interna dos EUA (DHS ). 
A Diretora do DHS, Janet Napolitano disse que estas tropas russas vão  trabalhar "diretamente e em conjunto" com a Federal Emergency Management Agency (FEMA), região III, cuja missão é garantir a continuidade do governo dos EUA em caso de catástrofes naturais ou de guerra. 
Importante notar o que diz este relatório, é que FEMA - Região III, a área para qual as tropas russas estão sendo solicitadas, inclui Washington DC e os estados vizinhos de Maryland, Pensilvânia, Virginia e West Virginia", sugerindo fortemente, para faze-lo, que o regime Obama perdeu a confiança em suas próprias forças armadas, para ser capaz de garantir a sua sobrevivência. 
Em suas declarações públicas, ontem, sobre estas questões o ministro Puchkov afirmou: "Nós decidimos que a Agência Federal Emergency Management dos EUA e o Ministério de Emergências da Rússia irão trabalhar em conjunto para desenvolver sistemas para proteger as pessoas e território de impactos cósmicos", e observou ainda que a sua reunião com a Diretora Napolitano do DHS cobre também outros tipos de emergências naturais, como tem ocorrido nos últimos anos" e condições meteorológicas extremas tanto na Rússia como nos Estados Unidos. 
Neste relatório EMERCOM, no entanto, o ministro Puchkov observa que as tropas russas que estão sendo solicitados pelo regime Obama, será "mais do que provável" ser equiparada com as tropas US-DHS que no ano passado adquiriu, cerca de 2 bilhões de cartuchos de munição e que no mês passado adquiriu, em regime de emergência, equipamentos anti-motim. 
Quanto ao "desastre próximo" que os EUA está se preparando, parece estar "fortemente relacionado" ao assassinato do jornalista americano Michael Hastings, que foi morto na última semana durante a tentativa de alcançar a segurança do consulado israelense em Los Angeles, e como tínhamos relatado em nosso relatório Top 20 de junho "Jornalista EUA assassinado tentando alcançar Consulado israelense".  
Ainda vale notar, sobre o assassinato de Hastings pelo regime Obama, é que principais notícias divulgadas nos EUA continuam com a campanha de acobertamento, embora muitos repórteres freelance continuem a descobrir a verdade, tal como Jim Pedra, cuja investigação observou que a parte traseira do carro de Hastings foi explodida e aberta, com o resto do carro bem intacto, o que contraria a história "oficial" que este veículo atingiu uma árvore. 
Não mencionados neste relatório EMERCOM, qualquer evidência de que a Rússia ira cumprir este pedido do regime Obama, especialmente diante das informações horripilante que vem sendo dadas para os analistas de inteligência russos por Edward Snowden, que tem sido rotulado como o homem mais procurado do mundo. 
De acordo com um boletim do Serviços Federal de Segurança (FSB), em seu interrogatório contínuo de Snowden e análise das informações que ele forneceu aos oficiais de inteligência russos, seu pai, Lonnie Snowden, foi um oficial da Guarda Costeira dos EUA durante os ataques de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos, que tinha "conhecimento direto" dos verdadeiros eventos que ocorreram e quais foram os reais autores. 
Sendo diretamente afetados pelos acontecimentos de 11/9, este boletim FSB diz que, Snowden "sozinho iniciou" um esforço de vários anos para ter acesso a segredos de topo da América, numa missão que quando completou recentemente levou-o entrar em contato com vários jornalistas internacionais, incluindo Hastings, a quem ele acreditava que poderia ser confiada a divulgação das informações que ele obteve. 
Embora conhecidas por nós, diretamente de nossas fontes no Kremlin, as conexões e informações exatas de Snowden como prova sobre 11/9 e os governos Bush e regime de Obama, e o evento ainda mais horrível que virá em breve, a Defesa Advisory Notice (DA - Notice), de junho 2013, impede o nosso poder... neste momento. 
Da mesma forma, e o assassinato de Hastings mostra claramente isso, o regime de Obama afirma que tem o direito legal de matar qualquer um que assim o desejar, sem acusações ou julgamento, sempre que eles acreditem que possam ameaçar a segurança nacional dos EUA e revela que as informações de Snowden cai definitivamente nessa categoria. 
O que pode ser dito, porém, é que há uma razão fundamental para bilionários de todo o mundo estarem vindo a despejar rapidamente seus estoques e aqueles que não são capazes de ler nas entrelinhas, em breve encontrar-se na situação mais perigosa que já encontrei.